Mahindra chama Heidfeld e marca primeira aparição pública do Gen3 para Goodwood

Com o ex-Fórmula 1 Nick Heldfeld ao volante, Mahindra vai realizar primeira demonstração pública com o novo carro Gen3 da Fórmula E no Festival de Goodwood, no próximo final de semana

O QUE ACONTECEU COM GIOVINAZZI NA FÓRMULA E?

O novo carro Gen3 da Fórmula E vai correr em público pela primeira vez na próxima semana, quando será realizado o Festival de Velocidade de Goodwood, na Inglaterra. O responsável por pilotar o monoposto pela primeira vez em frente aos fãs será o ex-F1 Nick Heidfeld, que vai utilizar o M9Electro da Mahindra no traçado de subida do evento, que acontece entre os dias 23 e 26 de junho deste ano.

As equipes da Fórmula E começaram a receber seus novos carros no mês passado e já foram à pista para testar os novos modelos, que serão os mais rápidos da história da categoria. A Porsche foi a primeira a divulgar imagens do carro, no que foi seguida por Jaguar e NIO.

Heidfeld está longe de ser um desconhecido na Mahindra. O piloto foi titular da equipe por três temporadas na Fórmula E, antes de deixar as pistas definitivamente em 2018 e assumir um cargo de consultor da escuderia indiana sediada na Inglaterra.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Além da Mahindra, outras equipes também já mostraram seus carros Gen3, como o ER9 da NIO (Foto: NIO)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O alemão, inclusive, tem experiência em Goodwood: já cravou o recorde de velocidade do evento, completando o traçado em 41s6 com a McLaren de 1999 — marca que só foi batida 20 anos depois.

O novo carro Gen3 da Fórmula E promete ser o mais veloz da história da categoria, com uma velocidade máxima de até 322 km/h. O monoposto será o primeiro a contar com trens de força na frente e atrás, com a parte frontal sendo responsável por regenerar até 250 kW de energia nas frenagens. Na traseira, a potência de 350 kW faz com que os novos carros tenham mais do que o dobro de força dos atuais.

Além disso, os freios vão ser completamente diferentes — pela primeira vez, não serão hidráulicos. Como as novas baterias terão uma eficiência altíssima — de até 95% —, é esperado que a energia total recuperada pelos pilotos ao longo das corridas represente até 40% do total gasto na disputa.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar