Massa culpa painel por “leituras erradas” que destruíram consumo de energia em Berlim

De acordo com o piloto, o painel eletrônico do volante da Venturi apontou números e metas equivocadas e, assim, indicou um caminho completamente errado

Apesar de se classificar bastante atrás na segunda corrida da maratona em Berlim, realizada na última quinta-feira, Felipe Massa ganhou algumas posições durante a corrida até que a energia acabou perto do fim e o esforço acabou sendo em vão e passando longe de render pontos. Segundo ele, culpa foi de um erro nos apontamentos do visor do volante.

Massa argumentou que a pane no visor começou a passar números e metas erradas para ele, o que fazendo com que gastasse energia demais e ficasse sem bateria na parte final. A decepção é clara, mas ele afirmou que a corrida ia bem antes disso.

Relacionadas


“Depois de uma classificação difícil, larguei bem na corrida. Meu ritmo era forte e fui subindo posições, chegando perto dos pontos. Depois da segunda bandeira amarela de pista inteira, tive de lidar com uma situação estranha no meu volante em que as leituras das minhas metas de energia estavam erradas. Impactou muito o gerenciamento e consumo”, revelou.

“Estou muito desapontado com isso, porque estávamos bem até as últimas dez voltas. Precisamos investigar o que aconteceu e consertar o problema para entrarmos bem na próxima sequência de corridas”, finalizou.

De fato, Massa andava na 12ª posição antes do problema energético.

A Fórmula E volta no fim de semana, sábado e domingo, com as provas três e quatro da maratona em Berlim.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Formula E direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.