Mercedes e Porsche estreiam em alta e devem botar banca em Ad Diriyah

A Fórmula E começou a temporada 2019/20 a todo vapor. Com vitória de Sam Bird na corrida 1 da Arábia Saudita, o que chamou mesmo a atenção foram as novas fábricas do grid. Mercedes e Porsche chegaram chegando e têm tudo para serem duas das principais equipes do campeonato

A Fórmula E enfim deu seu pontapé inicial na temporada 2019/20. No circuito de rua na Arábia Saudita, matou as saudades de quem esperava tanto pela categoria dos carros elétricos e ainda trouxe boas surpresas para os fãs. Já na corrida 1 em Ad Diriyah, Mercedes e Porsche estrearam com todas as pompas e já mostraram que têm tudo para fazer bonito no restante do calendário.
 
A abertura do atual campeonato do certame marca a segunda passagem da categoria pelas ruas sauditas. Mas diferente desta temporada, no último ano apenas uma corrida foi realizada, com António Felix da Costa aparecendo no degrau mais alto do pódio. E se naquela época Jean-Éric Vergne terminou em segundo, na primeira prova deste final de semana teve um revés: um problema em sua direção o obrigou a abandonar precocemente.
Stoffel Vandoorne (Foto: FIA Fórmula E/Divulgação)

Mas o que encheu mesmo os olhos dos espectadores e fãs foi a chegada das duas montadoras Mercedes e Porsche. Se o esperado fosse tomar tempo até alcançar as equipes ponteiras, logo colocaram as cartas na mesa e mostraram que não entraram na FE para jogo, brigando por vitórias do início até o fim da corrida. Com André Lotterer e Stoffel Vandoorne atrás do vencedor Sam Bird, as expectativas para o ano são as melhores.
 

E se a primeira disputa na Arábia Saudita já colocou as marcas alemãs entre as mais velozes e na ponta do grid, o esperado é ver o cenário se repetir no sábado. Ainda mais se o bicampeão da categoria seguir na maré de má sorte apresentada, assim como Sébastien Buemi, que também lamentou um abandono, ou Lucas Di Grassi, que teve de se contentar apenas com uma 13ª colocação.
 
Mercedes com Vandoorne e o jovem Nyck de Vries – inclusive, a dupla sob os olhos atentos de Toto Wolff, e Porsche com Lotterer, tiveram caminho livre nesta sexta-feira para escrever em Ad Diriyah o que queriam e a que vieram. Resta saber que o ritmo forte que apresentaram igualmente em classificação, conseguindo se colocar no top-7, e corrida vai prevalecer no restante do final de semana e, por que não, da temporada.
 
E quem diria: nas ruas da Arábia Saudita, o país que mais se destacaria seria o alemão.
 
Resultado de imagem para logo Michelin png 
Corrida: eP de Ad Diriyah
 
Circuito: Riyahd Street Circuit
 
Extensão da pista: 2.494 km

Curvas: 21

 
Inscritos: 12 equipes, 24 pilotos
 
Calendário (horários de Brasília):
 
Sábado, 23 de novembro:
5h – FE Classificação
7h05 – eTrophy corrida 2
9h04 – eP de Ad Diriyah corrida 2 (45 minutos + 1 volta)
 
Vencedores anteriores:
2018 – António Félix da Costa, Andretti
2019 – Sam Bird, Virgin*

*corrida 1


 
Volta mais rápida: 
Daniel Abt, Audi – 1min13s742, 22 de novembro de 2019
 
Último pole-position: 
Alexander Sims, BMW – 1min14s563, 22 de novembro de 2019
 
Pneus: Michelin Pilot Sport
 
Previsão do tempo: Dia nublado, 22ºC – 13ºC. Sem chances de chuva
 
TV: Fox Sports (8h30)

Paddockast # 43
QUAL FOI O MELHOR GP DO BRASIL QUE VOCÊ ASSISTIU?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube