Michelin fecha contrato com FIA e será fornecedora exclusiva de pneus da nova F-E

A nova categoria de monopostos criada pela FIA e exclusiva para carros elétricos será calçada pelos pneus Michelin. A fornecedora francesa também equipa boa parte dos bólidos do WRC e do WEC. A F-E estreia em 2014 e tem previsão para realizar uma etapa no Brasil


A Michelin será a fornecedora exclusiva de pneus da mais nova categoria de monopostos do automobilismo mundial. A F-E, série destinada apenas a carros impulsionados por motores elétricos, será disputada a partir da próxima temporada e conta com apoio maciço da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). Foi a entidade que, em comunicado publicado nesta quinta-feira (28), tornou pública a Michelin como fornecedora da F-E.
Os novos carros da F-E serão calçados por pneus Michelin (Foto: Divulgação)

Jean Todt, presidente da FIA e grande entusiasta dos combustíveis alternativos, se mostrou bastante empolgado com a parceria. “Estou satisfeito por dar as boas-vindas à Michelin na F-E. É um novo e inovador conceito de automobilismo que vai sublinhar o comprometimento de todos os participantes, que proporcionar ao público um campeonato empolgante no centro da cidade, com atenção dedicada a soluções sustentáveis e ambientalmente salutares”, afirmou.

“A Michelin tem uma longa e relevante história de performance aliada à invenção técnica e, portanto, é o parceiro ideal para a F-E”, acrescentou o dirigente francês.

A fornecedora francesa esteve presente na F1 em diversos períodos, sendo que o último foi até 2006. Desde então, a principal categoria do automobilismo contou com o fornecimento da Bridgestone, até 2010, e com a Pirelli, num compromisso que deve se estender aos próximos anos. Já a Michelin está comprometida, entre outras séries, com o Mundial de Rali e o WEC, o Mundial de Endurance.

A F-E será disputada em 2014 em circuitos de rua. Um esboço de calendário já está nas mãos da FIA e conta com uma corrida nas ruas do Rio de Janeiro, além de outras provas em cidades como Londres, Roma, Pequim e Buenos Aires. Lucas Di Grassi faz parte do desenvolvimento do novo carro, que é dotado de 220 kilowatts de potência, o equivalente a 300 cv, mas que pode ser ajustado para alcançar 500 cv, mas com autonomia menor.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube