FE

Pilotos criticam local da largada de Berna: “Como se F1 largasse no Cassino em Mônaco”

Lucas Di Grassi e Sam Bird destacaram como o eP de Berna deveria ter tido uma outra parte como ponto de partida, de preferência a subida da curva 6. Da forma como foi, acabou sendo um convite a acidentes

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Os pilotos da Fórmula E aprovaram, em geral, o traçado estabelecido para o eP de Berna e gostaram da corrida. Uma das provas mais movimentadas no ano, no entanto, precisou de mais que 40 minutos para ter sua segunda volta. Isso por causa da batida do giro inicial que trancou a chicane e obrigou que a bandeira vermelha fosse tremulada. Daí é que vem a principal crítica: o local de largada.
 
Os únicos dois pilotos que venceram corridas em todas as temporadas da categoria dos bólidos elétricos, Lucas Di Grassi e Sam Bird, concordaram que, caso a Fórmula E retorne a Berna no futuro, essa alteração tem que ser atacada.
 
"Levantei a mão [no briefing dos pilotos] e perguntei se era a única solução disponível. Acho que a resposta foi que sim. Depois que tudo está estabelecido é bem difícil mudar, claro, mas aqui é bem difícil achar um bom lugar para largar", opinou Di Grassi.
 
"Eu achei a pista incrível, realmente divertida, mas precisamos encontrar um lugar melhor para largar se voltarmos lá e até se tivermos uma pista com desenho similar a essa", afirmou Bird.
O acidente na chicane (Foto: FE)
"Não dá para esperar que carros com pneus e freios frios passem por essa chicane justinha. Não rola. É como se a F1 largasse na seção do Cassino em Mônaco", seguiu o inglês. 
 
Além disso, os dois também concordaram sobre qual parte da estreita pista suíça serviria melhor às necessidades dos procedimentos de largada.
 
"Eu teria feito na subida da curva 6, antes da primeira esquerda. Os carros teriam tempo para entrar um atrás do outro e teria sido uma boa largada sem estimular batidas", opinou Lucas.
 
"A largada está lá, mas onde mais daria para fazer? Eu diria na subida da colina, na curva 6, acho que seria um lugar melhor. Ao menos você teria uma curva mais rápida para filtrar todo mundo, depois uma de baixa velocidade. Mas sei que é difícil para os organizadores nessas cidades", comentou Bird.
 
Berna, no entanto, não aparece no calendário da Fórmula E para a temporada 2019/20 - após uma corrida em Zurique, em 2018, e a da capital, no último fim de semana. Segundo o site inglês 'E-Racing365', um membro importante da FE comentou que uma corrida na Suíça pode acontecer em Zurique ou Genebra em 2021, mas Berna "será mesmo uma vez só".


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.