Piquet acredita que particularidades de Putrajaya podem favorecer China e “permitir mais competitividade”

Nelsinho Piquet pensa que o complexo traçado de Putrajaya, aliado à possibilidade de chuva, pode servir para embaralhar o grid da F-E, cuja temporada começou com uma vitória maiúscula de Sébastien Buemi no eP de Pequim

O eP de Pequim não foi dos melhores para Nelsinho Piquet, que, depois de conquistar o título da temporada inaugural da F-E, esteve muito longe de brigar pela primeiras posições. Mas o brasileiro pensa que o pior já passou: Putrajaya pode ser o palco para uma melhora de rendimento da China.
 
Segundo Piquet, o traçado de Putrajaya é bem mais complexo do que o de Pequim, o que pode servir para embaralhar a ordem da categoria – que parece ter a e.dams em posição bem melhor do que as demais. Além disso, a possibilidade de chuva pode ser outro coringa na prova.
Nelsinho Piquet pensa que Putrajaya pode render frutos melhores do que Pequim (Foto: FIA F-E)
“A expectativa do fim de semana é que seja melhor que a China. Obviamente temos alguns problemas com o carro que não vão ser resolvidos em pouco tempo e temos que continuar trabalhando a temporada inteira para aprimorar aos poucos. Mas aqui é uma pista muito mais difícil que a de Pequim, o que acredito que nos permitirá mais competitividade”, contou Nelsinho.
 
“São mais variáveis, maior possibilidade de erro dos pilotos e a necessidade de todos os times de trabalhar mais no acerto do carro – além da questão da chuva, sempre presente na Malásia. Vamos trabalhar na estratégia e também contar com um pouco de sorte para marcar alguns pontos nessa corrida”, continuou.
 
A China sofre bastante com a falta de rendimento do trem de potência da Nextev, fornecedora e principal parceira da equipe. Enquanto isso, a e.dams desfruta das promissoras unidades da Renault, que colocam Sébastien Buemi como favorito na disputa pelo título da segunda temporada da F-E.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube