FE

Por contrato com Mercedes, Wehrlein perde estreia com Mahindra na Arábia Saudita. Rosenqvist volta

A Mahindra foi obrigada a fazer uma mudança na sua escalação para a estreia da temporada 2018/19 da Fórmula E na Arábia Saudita. Pelo vínculo com a Mercedes se encerrar apenas no final do ano, Pascal Wehrlein vai perder a primeira corrida e será substituído por Felix Rosenqvist, que volta ao time
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Pascal Wehrlein (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

A temporada 2018/19 da Fórmula E ainda nem começou e já aconteceu a primeira substituição forçada por motivos contratuais. Já que o vínculo com a Mercedes só se encerra na virada do ano, Pascal Wehrlein não vai poder vestir as cores da Mahindra no eP da Arábia Saudita e, assim, o time indiano recorreu ao velho conhecido Felix Rosenqvist.
 
Desta forma, na corrida de Al-Diriyah que acontece já no próximo dia 15, Rosenqvist vai formar par com Jérôme D'Ambrosio, figurinha carimbada da Fórmula E, mas que faz sua estreia pela Mahindra na vaga deixada por Nick Heidfeld.
 
Rosenqvist chegou à equipe na temporada 2016/17 e teve um grande primeiro ano, fechando com a terceira posição geral. Em 2017/18, após um início com duas vitórias e onde parecia ser favorito ao título, o sueco sofreu com diversos problemas no carro e caiu para sexto. Para 2019, Rosenqvist já está confirmado na Ganassi para a temporada da Indy ao lado de Scott Dixon.
Felix Rosenqvist vai disputar mais uma prova com a Mahindra na Fórmula E (Foto: Reprodução/Twitter)
"Estou feliz por estar de volta com o pessoal da Mahindra. É uma ocasião especial, uma estreia de uma nova era na FE. Apesar de não ter ido ao teste de pré-temporada em Valência, eu andei bastante com esse carro durante o desenvolvimento dele no verão, me sinto preparado. Estou ansioso e sei que darei o meu melhor para começar a temporada bem com o time", falou o sueco.
 
Livre do vínculo com a Mercedes na virada do ano, Wehrlein já foi confirmado pela Mahindra a partir da segunda etapa da temporada, o eP marroquino, prova que acontece em 12 de janeiro de 2019.
 
"Estamos animados por ter Felix conosco na Arábia Saudita. Felix sempre foi e seguirá sendo um quadro importante da Mahindra, uma parte da nossa família e da nossa história, esperamos ter mais sucessos na Arábia Saudita. Ele está extremamente motivado, assim como nós, para garantir os melhores resultados possíveis nesse início de campanha. Ele e Jérôme somam cinco vitórias, temos bastante experiência, então. Estamos ansiosos também para ter Pascal em janeiro", comentou Dilbagh Gil, chefe da equipe.