Por mais oportunidades de ultrapassagem e fim dos atalhos, F-E muda traçado do eP da Cidade do México

O eP da Cidade do México deste sábado, 1º de abril, terá um traçado diferente daquele utilizado no ano passado. A F-E transformou a chicane da primeira curva numa curva à direita, enquanto a última chicane foi desfeita. A intenção com as duas mudanças é aumentar ultrapassagens e findar os cortes de caminho

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A segunda edição do eP da Cidade do México terá um traçado diferente àquele utilizado na primeira edição do evento, em março de 2016. A corrida é a única da F-E que usa parte de um circuito temporário, o mesmo Hermanos Rodríguez que recebe a F1. Para a prova do próximo sábado, 1º de abril, as mudanças têm em vista aumentar as oportunidades de ultrapassagem e evitar que os pilotos cortem caminho.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Onde antes havia uma chicane na curva inicial do circuito, agora há uma curva temporária à direita. A expectativa é que haja mais possibilidade para ultrapassar na reta dos boxes pela saída do chicane e freada mais tardia para a curva recém-instalada.

 
"A primeira curva está totalmente diferente, e pensamos que é uma solução mais limpa. É o oposto do que tivemos ano passado e deve permitir melhor fluxo dos carros e talvez mais chances de ultrapassar", disse o comissário-esportivo da F-E, Fred Espinos, em entrevista ao site norte-americano 'Motorsport.com'.
 
Espinos tratou sobre a chance de pilotos irem além das linhas demarcatórias do limite do circuito para tentar a linha ideal para ultrapassagens, falou que não espera isso acontecendo por haver espaço suficiente. Mas, se por acaso alguém fizer, será punido.
Mudanças em relação ao eP da Cidade do México de 2016 (Foto: Aguri)
"É normal. Se você passar com as quatro rodas da linha branca, será penalizado. Não consigo ver os pilotos fazendo isso completamente aqui, não. Duas rodas, talvez, mas não quatro", seguiu Espinos.
 
Outra parte modificada foi a última chicane da pista, onde a F-E não quer ver mais atalhos sendo tomados, como aconteceu aos montes em 2016. Pelo menos é essa a avaliação de Nicolas Prost, piloto da Renault e.dams.
 
"É claro que eles querem parar os cortes de chicane. A última chicane mudou, mas as outras também – por causa dos muros mais próximos agora. Normalmente a distância era de um metro, então dava para usar muito da zebra, mas agora não tenho certeza. Acho que ficará bem mais apertado", encerrou.
 
A largada para o eP da Cidade do México acontece às 19h (de Brasília).

 

DEBATE QUENTE SOBRE AS ESTREIAS DE F1 E MOTOGP. ASSISTA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube