Sem preocupação, chefe da Venturi minimiza conflitos de datas e avalia que FE e F1 “não são rivais”

Susie Wolff, a chefe de equipe da Venturi, mostrou total tranquilidade com o fato do calendário da Fórmula E tem datas em peso nos mesmos fins de semana da F1. A escocesa garantiu que ambas não competem e que está despreocupada

A chefe de equipe da Venturi, Susie Wolff, não está preocupada com a os conflitos de data entre a Fórmula E e a F1. A temporada 2018/19 da categoria dos bólidos elétricos vai ter cinco provas em fins de semana onde a F1 também estará na pista. Mas não é um problema, segundo Wolff.
 
Os ePs de Roma, Paris, Mônaco, Berlim e Berna acontecem nos fins de semana em que a F1 vai estar, respectivamente, na China, Azerbaijão, Espanha, Mônaco e França. 
 
Segundo Susie, a FE e a F1 não são concorrentes diretas na busca por atenção e, além disso, os horários das atividades principais de cada uma vão acabar sendo sempre diferentes, por conta do relógio diferente pelo qual a FE opera.
 
"Não estou muito preocupada com a colisão de datas com a F1, não são uma preocupação. Nossas corridas são quase todas aos sábados no meio da tarde, então normalmente não vão bater com os treinos de classificação da F1 e raramente serão nos mesmos dias", falou ao site inglês 'E-Racing365'.
Edoardo Mortara com Susie Wolff (Foto: Venturi)

"É difícil para os organizadores formarem um calendário que não tenha conflitos. É muito complexo fazer isso", seguiu.

 
"Vejo a FE sozinha [no cenário do esporte], para ser honesta. Não vejo a F1 como rival. A audiência e o conceito são diferentes e a resposta que recebo depois das corridas é bem distante. 45 minutos nos tempos atuais parecem um acerto maior que [uma corrida de] uma hora e meia", disse Wolff, que é comentarista em algumas etapas da F1.
 
Maior preocupação, ela afirma, está no sucesso da FE. E, para isso, confirmar cidades com longos acordos e em grandes áreas urbanas é mais importante do que se preocupar com qualquer outra categoria.
 
"Do meu ponto de vista como chefe de equipe, quero lugares que sejam de suma importância, quero ir para cidades que tenham acordos de longo prazo, como na Arábia Saudita. É assim que o campeonato tem de ser solidificado, porque isso e o valor geral do produto FE são mais importantes que se preocupar com a F1", encerrou.
 
A FE segue neste fim de semana, direto do Chile.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube