Sem ter o que perder, Di Grassi vai para “tudo ou nada” na decisão em Nova York

Lucas Di Grassi sabe que a responsabilidade do título está toda com Jean-Éric Vergne e ainda aproveita para empurrar um pouco mais. Segundo ele, o fim de semana será de tudo ou nada

A diferença é grande. Lucas Di Grassi vai para a rodada dupla decisiva da temporada 2018/19 da Fórmula E, em Nova York, com 32 pontos de desvantagem para o líder Jean-Éric Vergne. Com a ciência de que a situação é desfavorável, Di Grassi promete apenas seguir na briga e vai para o tudo ou nada.
 
O piloto da Audi, dono de duas vitórias na temporada, lembrou que o título não depende apenas dele, uma vez que apenas 58 tentos estão em jogo. Assim, a responsabilidade de ser campeão não existe. Só tem a ganhar, então, e nada a perder.
Lucas Di Grassi (Foto: Audi)

“Vamos fazer a nossa parte. Obviamente será muito difícil. Ser campeão ou vice é algo que não depende somente dos nossos resultados. Mas uma coisa nossa equipe se compromete a fazer: lutar até o último metro de pista, como é nossa característica. Não temos nada a perder, mas, sim, tudo a ganhar. Para nós, é um tudo ou nada”, afirmou.

 
Quando foi campeão de Pilotos, na temporada 2016/17, Di Grassi foi para a etapa final com uma desvantagem de 10 pontos para Sébastien Buemi. Na 2017/18, chegou atrás no campeonato de Equipes, mas junto de Daniel Abt conseguiu reverter a situação e sair campeão.
 
“Nas duas últimas temporadas, nós acreditamos no nosso potencial e conseguimos um título e um vice-campeonato. É a nossa receita, o estilo da equipe. Vamos usá-los novamente”, disse.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube