Sims supera dupla da Mercedes e conquista pole da corrida 1 em Ad Diriyah

O primeiro treino de classificação da temporada 2019/20 da Fórmula E terminou com a BMW superando dois carros de fábrica da Mercedes e dois que utilizam motor Mercedes e Audi. Alexander Sims é o primeiro pole-position da temporada

A temporada 2019/20 da Fórmula E já assistiu o primeiro treino classificatório. Foi logo no começo da manhã desta sexta-feira (22), em Ad Diriyah, na Arábia Saudita. Com os figurões da temporada passada atrapalhados pela distribuição dos grupos – organizados em ordem proporcional à pontuação do campeonato que acabou em julho -, a Superpole teve piloto e equipe novata. O pole-position, entretanto, foi um já conhecido: Alexander Sims.
 
O piloto da BMW superou a dupla de pilotos da Mercedes, formada por Stoffel Vandoorne e Nyck de Vries e Edoardo Mortara, com a Venturi que também é empurrada por motores Mercedes. Os três, nessa ordem, terminaram na segunda, terceira e quarta colocações. Sam Bird era o favorito na Superpole, mas errou no setor inicial e caiu para quinto. Jérôme D'Ambrosio sai em sexto.
Grande parte das idas à Superpole está relacionada ao grupo de participação. André Lotterer passou perto de conseguir deixar a Porsche na briga, mas larga em sétimo. Oliver Rowland colocou a Nissan em oitavo, enquanto Maximilian Günther e Oliver Turvey, na desacreditada NIO, fecham o top-10.
 
Felipe Massa larga apenas na 17ª colocação após não conseguir andar bem no terceiro grupo, enquanto Lucas Di Grassi, que andou na chave inicial, é o 19º. O único problema real da sessão aconteceu no grupo dos novatos: James Calado passou direto numa das curvas e Nico Müller, que vinha logo atrás, repetiu o trajeto e fez o mesmo. Os dois largam na última fila. 
 
A corrida da sexta-feira está marcada para as 9h (de Brasília).
Alexander Sims (Foto: BMW)

Confira como foi o treino classificatório:

Grupo 1 – Jean-Éric Vergne, Sébastien Buemi, Lucas Di Grassi, Robin Frijns, Mitch Evans e António Félix da Costa
 
No grupo de abertura, definido pela classificação da temporada passada, os seis pilotos saíram tarde e praticamente juntos. Desta forma, precisaram andar bem rápido desde a volta de instalação para que pudessem cruzar a linha e abrir a volta decisiva. 
 
Da Costa decidiu tornar a primeira volta dele, normalmente usada pelos pilotos como um giro de ajuste com menos potência, na volta mais rápida. E não foi bem, passando na casa de 1min18s6.
 
Em seguida, os outros cinco cruzaram a linha praticamente juntos. Vergne foi quem sobressaiu, anotando 1min16s1. Frijns e Buemi fizeram 1min16s, enquanto Evans ficou em 1min16s5 e Di Grassi cruzou em 1min17s2.
 
Grupo 2 – Daniel Abt, André Lotterer, Sam Bird, Oliver Rowland, Jérôme D'Ambrosio e Pascal Wehrlein
 
Quem se adiantou para andar logo no segundo grupo foi Rowland, que veio guiando o Nissan como se fosse um kart. Tanto balançou o carro que chegou a chicotear o muro e perder bom tempo que custou bastante. Passou 0s4 melhor que Vergne. 
 
Era apenas o começo do segundo grupo, entretanto. Abt e Wehrlein passaram piores que o inglês, mas Bird cravou 1min14s946 e pulou para a ponta. D'Ambrosio fez 1min15s2 e foi para segundo, ao passo que Lotterer colocou a Porsche na briga com 1min15s5. Vergne, melhor do G1, já caía para quinto. 
Grupo 3 – Alexander Sims, Edoardo Mortara, Felipe Massa, Stoffel Vandoorne, Maximilian Günther e Oliver Turvey
 
A expectativa para o terceiro grupo era boa, por conta da pista e pelo fato dos carros empurrados pela Mercedes terem mostrado potência nos treinos livres. Vandoorne justificou a expectativa ao pular para o segundo posto, assim como Mortara que subiu para terceiro. Massa, por outro lado, muito mal: conseguiu apenas a 16ª posição.
 
Sims emplacou com a BMW, jogando a equipe alemã para o quarto posto: melhor que Günther, que vinha animando o público desde a pré-temporada e fechou mais de 0s3 mais lento que o companheiro. Turvey, desacreditado com a NIO, conseguiu ir a nono.
 
Grupo 4 – Brendon Hartley, Nico Müller, Nyck de Vries, Neel Jani, Ma Qing Hua e James Calado
 
Campeão da Fórmula 2 apenas algumas semanas atrás, De Vries chegou à Fórmula E bastante ligado. Com uma volta na qual tirou tudo que o carro tinha para dar, jogando o bólido para um lado e o outro, subiu para o segundo lugar geral ao ser 0s1 melhor que o companheiro. 
 
Hartley, após os problemas nos treinos livres, cruzou em 18º. O pior vinha em seguida, quando Calado e Müller passaram direto na mesma curva e quase ao mesmo tempo. Serão os dois últimos no grid de largada. Jani cruzou somente em 20º, ao passo que Qing Hua sai em 22º.
 
Desta forma, estavam classificados para a Superpole: Bird, De Vries, Vandoorne, Mortara, Sims e D'Ambrosio.
Nyck De Vries (Foto: Mercedes)

SUPERPOLE

Quem saiu primeiro foi D'Ambrosio, mas sem grande velocidade. Sims, na sequência, fez diferente e pulou para a dianteira com 1min14s563. Mortara e Vandoorne não conseguiram repetir a volta e De Vries, que começou de forma promissora, acabou atrás do companheiro. Restava Bird, favorito à pole, mas que errou no primeiro setor. Desta forma, pole para Sims e a BMW.


Fórmula E 2019/20, eP da Arábia Saudita, Ad Diriyah, classificação:
1 A SIMS BMW 1:14.563  
2 S VANDOORNE Mercedes 1:14.839 +0.276
3 N DE VRIES Mercedes 1:14.929 +0.366
4 E MORTARA Venturi Mercedes 1:15.131 +0.568
5 S BIRD Virgin Audi 1:15.350 +0.787
6 J D'AMBROSIO Mahindra 1:15.539 +0.976
7 A LOTTERER Porsche 1:15.518 +0.955
8 O ROWLAND Nissan 1:15.653 +1.090
9 M GÜNTHER BMW 1:15.680 +1.117
10 O TURVEY NIO 1:16.018 +1.455
11 J.E VERGNE DS Techeetah 1:16.129 +1.566
12 R FRIJNS Virgin Audi 1:16.200 +1.637
13 P WEHRLEIN Mahindra 1:16.200 +1.637
14 S BUEMI Nissan 1:16.243 +1.680
15 D ABT Audi 1:16.264 +1.701
16 M EVANS Jaguar 1:16.532 +1.969
17 F MASSA Venturi Mercedes 1:16.583 +2.020
18 B HARTLEY Dragon Penske 1:17.074 +2.511
19 L DI GRASSI Audi 1:17.213 +2.650
20 N JANI Porsche 1:17.745 +3.182
21 A FÉLIX DA COSTA DS Techeetah 1:18.613 +4.050
22 M QING HUA NIO 1:21.701 +7.138
23 N MÜLLER Dragon Penske 1:23.017 +8.088
24 J CALADO Jaguar 1:23.792 +8.863

 

 

Paddockast #42
QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?

Ouça:

Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube