Triste por morte de Wilson, Senna se diz preocupado por “tragédias estarem se repetindo com frequência”

Após encerrar a temporada da F-E neste terça-feira (25) pela Mahindra, Bruno Senna falou sobre a morte de Justin Wilson, a quem não conhecia, mas ouvia coisas boas. O mais preocupante para Bruno é ver esse tipo de situação acontecendo frequentemente

A pré-temporada da F-E terminou nesta terça-feira (25) com o sexto dia de testes em Donington Park. Com o quarto tempo mais rápido num dia em que as voltas na tabela não foram assim tão velozes por conta da chuva e das condições da pista, Senna encerrou o que foi um mês positivo para a Mahindra. E comentou também a morte de Justin Wilson.
Comentarista de televisão e um dos pilotos com mais habilidade de avaliação do automobilismo atual, Bruno foi mais um a falar sobre Wilson, que teve a morte declarada na última segunda-feira por ferimentos sofridos nas 500 Milhas de Pocono. Ele lamentou o fato de não se tratar mais de um caso isolado.
 
"Eu não o conhecia pessoalmente, mas todos falam que era uma excelente pessoa. Foi muito triste o que aconteceu. E preocupa o fato de essas tragédias estarem se repetindo com alguma frequência", encerrou.
Justin Wilson nos tempos de Minardi (Foto: Toro Rosso)
Bruno destacou isso e ainda analisou que com o aumento de energia elétrica permitida de 150 kw para 170 kw em condições deixa uma incógnita em como a parte térmica do carro vai responder. Até aqui, Senna ainda não andou a 170 kw. O companheiro Nick Heidfeld era o responsável por isso hoje, mas quase não foi à pista por conta de problemas mecânicos. 
 
"Conseguimos experimentar diversos componentes no período da manhã com a pista ainda seca. Mas aos poucos o tempo foi mudando, começou a ventar forte e no meio da tarde a chuva voltou forte. A verdade é que estava difícil fazer uma volta boa hoje por causa das condições do clima", analisou Bruno.
 
"Temos de entender especialmente como esse aumento de potência impactará a parte térmica do carro", disse.

A temporada da F-E começa em 17 de outubro com o eP de Pequim.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube