Vandoorne vê “boa mudança de ambiente” na Fórmula E e resume: “É quase como voltar ao básico”

Stoffel Vandoorne tem aproveitado e aprovado o que tem visto na Fórmula E. Estreante da categoria, o belga afirmou ser uma boa mudança de ambiente, ressaltando a oportunidade de poder começar algo novo

Stoffel Vandoorne tem gostado do que tem visto na Fórmula E até o momento. Fazendo sua estreia na categoria dos carros elétricos, o belga exaltou o bom ambiente e a oportunidade de começar algo do zero.
 
O piloto chegou na Fórmula 1 em 2017, como titular da McLaren e companheiro de Fernando Alonso. Com um carro problemático nas mãos, teve desempenho discreto nas duas temporadas e acabou a pé no final de 2018.
 
Entretanto, ficou pouco tempo parado, pois logo já assinou com a HWA e começou a competir na FE, categoria que tem visto com ótimos olhos. “É bom mudar um pouco de ambiente. E, na verdade, conheço muitas pessoas no paddock [da Fórmula E]”, pontuou ao site 'RaceFans'.
Stoffel Vandoorne (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

“Há muitos pilotos que já enfrentei e até mesmo equipes – muitas da base, mecânicos que conheço, então há muitos rostos conhecidos. Mas é bom começar algo novo, é quase como voltar ao básico. Os pilotos acabam comendo todos no mesmo lugar, então passamos um pouco mais de tempo juntos”, completou.
 

Após duas etapas da temporada 2018-19, Vandoorne aparece na 19ª colocação sem somar pontos. Na abertura do campeonato, na Arábia Saudita, cruzou a linha de chegada em 16º, enquanto abandonou no Marrocos.

Na F1, terminou as duas temporadas que disputou na 16ª colocação, com 13 pontos em 2017, e 12 em 2018. Seus melhores resultados na categoria foram dois sétimos lugares.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube