Vergne lamenta abandono na Arábia Saudita: “Não estava seguro seguir”

Jean-Éric Vergne teve um golpe de má sorte no início da temporada 2019/20 da Fórmula E. Na Arábia Saudita, o piloto teve um problema em sua direção e precisou abandonar de forma precoce, fato bastante lamentado pelo bicampeão

Jean-Éric Vergne não começou a temporada 2019/20 da Fórmula E da melhor maneira. Nesta sexta-feira (22), na Arábia Saudita, o atual campeão da categoria teve um problema em seu carro e abandonou a corrida 1.
 
O francês havia largado em Ad Diriyah da 11 colocação do grid, quase conseguindo avançar para a superpole. Durante a corrida foi ganhando posições e conseguindo alcançar a zona de pontos.
 
Entretanto, com pouco mais de 18 minutos de prova, o bicampeão da categoria elétrica apresentou problemas em sua asa dianteira, foi aos boxes e abandonou de forma precoce a prova, fato bastante lamentado.
Jean-Éric Vergne (Foto: Reprodução)

“Não sei o que aconteceu, o carro foi ficando cada vez mais pesado. Em certo ponto não estava mais seguro para pilotar mais, tinha que usar as duas mãos para puxar o volante para baixo. Tive que parar, não tinha outra maneira”.
 

Vergne vai ter chance de recuperar o terreno perdido no sábado, já que a etapa de abertura do campeonato é em formato de rodada dupla. “Deve ter algo para ser feito, infelizmente é algo que acontece. Vamos ver o positivo, tem outra corrida amanhã, espero que tenha uma boa corrida amanhã”, encerrou.
 
Quem venceu a corrida 1 da Fórmula E na Arábia Saudita foi Sam Bird, com André Lotterer colocando a Porsche no pódio em segundo e Stoffel Vandoorne fechando em terceiro e colocando a Mercedes no top-3. 
 

Paddockast # 43
QUAL FOI O MELHOR GP DO BRASIL QUE VOCÊ ASSISTIU?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube