Wehrlein domina e acaba desclassificado. Di Grassi herda vitória em Puebla

Era para ser o dia de Pascal Wehrlein. Afinal, o alemão foi altamente dominante. Eis que uma infração técnica rendeu punição na altura da bandeira quadriculada, trazendo vitória para Lucas Di Grassi em Puebla

Mick Schumacher perde controle e bate de leve em classificação do GP da França (Vídeo: F1)

Demorou, mas veio: Lucas Di Grassi, precisando urgentemente acabar com a má fase na Fórmula E, voltou a ter motivos para sorrir. O brasileiro fez grande corrida neste sábado (19) em Puebla e parecia destinado a terminar em segundo. Isso até, na altura da bandeira quadriculada, a direção de prova anunciar o impensável: Pascal Wehrlein, que dominou a corrida de cabo a rabo, acabou desclassificado por infração técnica.

A infração de Wehrlein começou a ser investigada durante a corrida. Só depois descobriu-se o motivo da desclassificação: a Porsche cometeu uma infração ao declarar os pneus dos pilotos. Tanto Pascal quanto André Lotterer foram desclassificados.

René Rast apareceu em segundo, fechando dobradinha da Audi. Edoardo Mortara herdou um pódio inesperado. A zona de pontos teve ainda Alexander Sims, Jake Dennis, António Félix da Costa, Stoffel Vandoorne, Mitch Evans, Nyck de Vries e Alex Lynn.

Lucas Di Grassi herdou vitória que parecia destinada a ser de Pascal Wehrlein (Foto: Fórmula E)

Saiba como foi o eP de Puebla 1

A corrida começou já agitada, apesar de Wehrlein segurar a liderança. Günther saltou para segundo, aproveitando uma largada terrível de Rowland, que despencou para 13°. Dennis, Vergne, Mortara, Sims, Di Grassi, Rast, Da Costa e Lotterer fechavam o top-10.

A bandeira verde, entretanto, não durou nem meia volta. Cassidy bateu sozinho na metade de trás do grid e forçou o primeiro safety-car do dia.

Nick Cassidy bateu e abandonou (Foto: Reprodução)

A relargada veio após seis minutos de paralisação. Wehrlein não disparou na liderança, até para evitar consumo desnecessário de energia, mas mantinha tudo sob controle. Günther não teve condições de tentar uma ultrapassagem, assim como os outros pilotos no pelotão dianteiro.

Essa estabilidade foi breve. Na segunda volta após a relargada, Wehrlein decidiu acionar o modo ataque, caindo de primeiro para terceiro. A manobra foi inesperada, já que o líder costuma esperar para ver o que os outros farão. Ainda assim, o ex-F1 tinha motivos para manter a calma: com potência extra, não deveria haver dificuldade para ultrapassar os dois rivais da BMW e retomar a liderança.

Wehrlein nem precisou se desdobrar, passando apenas Dennis e depois vendo Günther acinar seu modo ataque. Ou seja, abrindo mão da liderança também e caindo para quinto. Mortara também acionou o seu, caindo para sétimo.

Günther usou a potência extra para subir para segundo. A estratégia do piloto da BMW não adiantou muito, já que Wehrlein ainda liderava com vantagem acima de 1s. Isso permitiu usar o segundo modo ataque e seguir líder, ficando em posição muito boa na luta pela vitória.

Logo atrás, drama para Vergne. O francês vinha forte na luta por um pódio, mas foi prensado por Sims quando saía da zona de acionamento do modo ataque.

Pascal Wehrlein foi o grande derrotado do dia (Foto: Porsche)

A corrida chegava à segunda metade com situação clara nas primeiras posições. Wehrlein, Günther e Mortara estavam consolidados no pódio, assim como Dennis parecia ter o quarto lugar encaminhado. Evans, Di Grassi e Rast travavam briga boa pelas posições imediatamente atrás.

Com Wehrlein nadando de braçada, só algo inesperado poderia ameaçar a vitória. E a tal coisa inesperada veio com 18 minutos para o fim: Bird foi prensado por Lynn, quase numa repetição da situação entre Vergne e Sims. O safety-car foi acionado, já que o piloto da Jaguar não conseguiu retornar aos boxes por conta própria.

A relargada seria dada com a seguinte ordem: Wehrlein, Günther, Dennis, Mortara, Di Grassi, Evans, Rast, Sims, Da Costa e Lynn.

A relargada foi simples. Wehrlein abriu vantagem, isso ao mesmo tempo em que Dennis se permitia atacar Günther. Os dois companheiros evitaram maiores riscos, com o britânico ultrapassando o alemão.

Só que Dennis ainda precisava usar o segundo modo ataque. Além disso, Günther acabou sendo espremido por Mortara, perdendo posições (mas mantendo o carro intacto). Num piscar de olhos, o pódio duplo da BMW se foi.

A corrida acalmou e, com poucos segundos restando, parecia que nada mais mudaria. Isso até a direção de prova decidir que era hora de mudar tudo.

FE 2020/21, eP de Puebla, corrida 1:

1L DI GRASSIAudi28 voltas
2R RASTAudi+0.497
3E MORTARAVenturi Mercedes+2.774
4A SIMSMahindra+10.443
5J DENNISBMW+11.473
6A.F. DA COSTADS Techeetah+11.624
7S VANDOORNEMercedes+12.022
8M EVANSJaguar+12.351
9N DE VRIESMercedes+12.936
10A LYNNMahindra+13.154
11O TURVEYNIO+14.548
12M GÜNTHERBMW+15.257
13T BLOMQVISTNIO+15.442
14N NATOVenturi Mercedes+15.756
15S. SETTE CÂMARADragon Penske+16.971
16R FRIJNSVirgin Audi+17.942
17J ERIKSSONDragon Penske+18.285
18S BIRDJaguar+13 voltasNC
19J.E. VERGNEDS Techeetah+16 voltasNC
20N CASSIDYVirgin Audi+28 voltasNC
21O ROWLANDNissanDSC
22P WEHRLEINPorscheDSC
23A LOTTERERPorscheDSC
24S BUEMINissanDSC
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar