Rimbano acha volta voadora no apagar das luzes e lidera TL1 do Brasileiro de Turismo em Interlagos. Campos é 3º

Pietro Rimbano achou uma volta voadora no primeiro treino livre do Brasileiro de Turismo e começou o final de semana decisivo na frente, colocando quase 0s5 no segundo colocado Marco Cozzi. Líder, Márcio Campos foi o terceiro

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Pietro Rimbano teve um desempenho impressionante no primeiro treino livre do Brasileiro de Turismo em Interlagos. Ainda com chances de título, o paulista sobrou nesta sexta-feira (9) e virou 1min46s979, colocando quase 0s5 no segundo colocado Marco Cozzi.

Regularmente a mais rápida de treinos, a Motortech não teve um primeiro dia tão bom assim. Márcio Campos ficou em terceiro, virando 1min47s549, enquanto o companheiro Gabriel Robe ficou em sexto.

Edson Coelho anotou a quarta melhor marca do dia, pouco na frente do companheiro de W2 Dennis Dirani, que ficou no quinto posto. Gustavo Frigotto foi o sétimo, seguido por Adibe Marques, Raphael Reis e Lukas Moraes.

Pietro Rimbano (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Confira como foi o primeiro treino livre do Brasileiro de Turismo:

O primeiro treino livre da final do Brasileiro de Turismo em Interlagos começou às 15h35 (em Brasília). Logo no início, o líder do campeonato Márcio Campos tratou de puxar o ritmo, virando 1min48s464. Marco Cozzi, o segundo, vinha quase 0s5 atrás do gaúcho.

 
A primeira bandeira vermelha veio logo com apenas dez minutos de treino transcorrido, por um acidente com Giulio Borlenghi. Depois de uma paralisação que ocupou praticamente um quarto da sessão, os carros voltaram à pista para os minutos derradeiros do TL1.

Os tempos foram caindo drasticamente, primeiro com Gabriel Robe e Cozzi na casa de 1min48s1, depois, com o mesmo Robe cravando 1min47s763. Gustavo Frigotto e Pietro Rimbano vinham logo atrás.

Marco Cozzi (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Coelho pulava para o sétimo posto. Enquanto isso, seu companheiro Dennis Dirani se juntava ao grupo da frente com 1min47s9. Campos reassumia a ponta, com um excelente tempo de 1min47s549.

Rimbano colava em Campos no topo da tabela de tempos, mas Cozzi ainda tinha uma carta na manga e, já nos minutos finais, virou 1min49s449, tomando a dianteira.

No apagar das luzes, quando Cozzi parecia certo para fechar na frente, Rimbano virou a melhor marca, com um temporal: 1min46s979, quase 0s5 melhor que o paulista veterano.

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube