Com volta voadora, Piquet/Schneider é pole da Endurance Series em Goiânia

Nelson Piquet/Daniel Schneider brilharam na classificação da Porsche Endurance Series em Goiânia. Nesta sexta-feira, com a média de tempo de 1min26s999, a dupla é quem larga da pole-position da prova

O tempo estava bom em Goiânia, mas quem brilhou de verdade foi Nelson Piquet e Daniel Schneider. Nesta sexta-feira (25), a dupla cravou a marca de 1min23s944 na média da tomada de tempos e ficou com a pole-position da Porsche Endurance Series.
 
Do carro #33, foi Schneider quem foi primeiro para a pista no grupo A. O competidor fez ótima volta de 1min24s562, mas entregou o Porsche para o campeão da Fórmula E na terceira colocação, precisando então repetir o bom desempenho do primeiro treino livre.
 
Mas Nelsinho não viu problemas em fazer volta voadora. Anotando a marca mais veloz do final de semana, fez 1min23s326 que, na média, garantiu a posição de honra do grid para a dupla. Quem fecha a primeira fila é Luca Seripieri/Alan Hellmeister.

Na classe 3.8, quem ficou com a primeira colocação do grid foi a dupla William Freire/Chico Horta, com Átila Abreu/Leo Sanchez completando a primeira fila da classe.

Nelson Piquet e Daniel Schneider (Foto: Telmo Gil)

Saiba como foi a classificação em Goiânia:

O grupo A foi o primeiro a deixar os boxes e ir para a quente pista de Goiânia. Eram 12 carros na pista, completando dez minutos de treino. Quando a classificação começou, a temperatura era de 26ºC com sensação de 28ºC.
 
A primeira dupla a anotar uma volta rápida foi Pedro Aguiar/Guilherme Salas, que cravou 1min24s905. Logo na sequência, 0s261 mais lento era Ricardo Baptista/Lucas Di Grassi. Sylvio de Barros/Cacá Bueno fechavam o top-3.
 
Mas as coisas logo mudaram na pista. O carro #20 logo tratou de baixar a marca para 1min24s513, enquanto Wener Neugebauer/Ricardo Zonta saltava para a segunda colocação. Mas a ponteira mudaria novamente, com Justin Allgaier/Miguel Paludo se colocando no topo.
 
Com menos de três minutos para a bandeira quadriculada, a ordem era Allgaier/Paludo, Aguiar/Salas, Schneider/Piquet, Neugebauer/Zonta, Seripieri/Hellmeister, Ricardo Baptista/Di Grassi, Mello/Jimenez, De Barros/Bueno, Toni/Danilo Dirani, Ambrósio/Denis Dirani, Farah/Elias, Adalberto/Bruno Baptista.
 
Com a bandeira quadriculada tremulando, o tempo a ser batido era 1mi24s322, cravado pelo Porsche #7. Aguiar/Salas vinha em segundo, com Schneider/Piquet, Neugebauer/Zonta e Seripieri/Hellmeister fechando o top-5.
 
Às 15h40 no horário de Brasília, o segundo grupo da Porsche Endurance Series saiu para a pista para a continuidade da classificação. Com o cronômetro rodando, não demorou para que os pilotos deixassem os boxes.
 
Os primeiros tempos começaram a aparecer na tabela, com Tomasoni/Braga aparecendo na primeira colocação da 3.8 com a marca de 1min27s681. Na sequência vinha Horta/Freire e Alcaraz/Mauro fechando o top-3.
 
Com pouco menos de três minutos para o final da primeira parte da sessão, Horta acabou rodando sozinho na pista, causando uma bandeira amarela localiza.
 
Bandeira quadriculada e o primeiro colocado da classe era Costa/Monteiro com 1min27s681. Em segundo estava a dupla Horta/Freire, com Tomasoni/Braga completando os três primeiros colocados.
 
O grupo B da classe Carrera 4.0 estava de volta para a pista para formar o grid de largada da etapa de Goiânia da Porsche Endurance Series. Os tempos dos dois pilotos de cada carro seria somado para fazer uma média.
 
Então, com Di Grassi nesse momento no ttraçado, a dupla saltava para a primeira colocação com 1min24s403. Allgaier/Paludo vinha em segundo, mas as coisas rapidamente estavam mudando no quente circuito.
 
Com volta voadora, Piquet conseguiu se colocar, junto com Schneider, na pole-position provisória da prova. Salas/Aguiar era o segundo, com Allgaier/Paludo, Hellmeister/Seripieri e Maurício/Azevedo fechando o top-5.
 
Menos de um minuto para a quadriculada e era Maurício/Azevedo quem ponteava o grupo. Piquet/Schneider vinha logo em seguida apenas 0s145 atrás. Hellmeister/Seripieri era o terceiro com 1min24s090.
 
Então, com a média, quem ficou com a pole-position foi Piquet/Schneider. Quem fechava a primeira fila com o Porsche #33 era Hellmeister/Seripieri, com Aguiar/Salas, Baptista/Di Grassi e Paludo/Allgaier fechando o top-5.
 
Com a tarde caminhando para o final, o segundo grupo da classe 3.8 foi para a pista para definir as posições. Freire/Horta foi a primeira dupla a se colocar na ponta com a média das marcas, anotando 1min26s999.
 
Com pouco mais de dois minutos para a bandeira quadriculada, quem vem na primeira colocação é Freire/Horta, seguido por Abreu/Sanchez, Buzaid/Miranda, Guerra/Totaro e Ramos/Feffer fechando os cinco primeiros.
 
A bandeira quadriculada encerrou as atividades desta sexta-feira em Goiânia com Freire/Hora ficando com a pole da classe. Átila/Sanchez ficou em segundo, com Buzaid/Miranda, Guerra/Totaro e Cesar/Feffer fechando os cinco.
 

Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube