Vitor Baptista bate Marcel Coletta para ser pole da Porsche Cup em Interlagos

Vitor Baptista brilhou na sexta-feira (20) de classificação da Porsche Cup. Em Interlagos, o piloto tratou de anotar 1min36s285 no final da sessão, bateu Miguel Paludo e ficou com a pole-position na classe 4.0. Na classe 3.8, quem sai da frente é

Vitor Baptista não poderia desejar melhor início de final de semana em Interlagos. Nesta sexta-feira (20), o piloto soube superar os problemas do carro, anotou a marca de 1min36s285 e ficou com a pole-position da Porsche Cup.
 
A classe 4.0 foi a primeira a ir para a pista para a tomada de tempos da gelada tarde no autódromo paulistano. Na primeira fase das atividades, o representante da Academia Shell Racing se manteve discreto, mas sempre andando bem. Quem passou como o mais rápido foi Miguel Paludo.
 
Então, o cronômetro começou a rodar para os últimos dez minutos de atividades para a definição da posição de honra do grid. A atividade estava bastante movimentada e com diversos pilotos passando pela ponta.
 
Até que, sobrando poucos minutos no cronômetro, Vitor tratou de bater Miguel para se colocar na primeira posição e dali não sair mais. Na classe GT3 Cup 4.0, quem sai da pole é Maurizio Billi.

Na classe Carrera Cup 3.8, que consquistou a posição de honra do grid foi Enzo Elias. O piloto antou 1min38s594, ficou 0s116 de Matheus Iorio e mais uma vez larga da ponta. Na GT3 Cup 3.8, foi Lucas Salles quem ficou com a ponta do pelotão. 

Vitor Baptista (Foto: Telmo Gil)
Confira como foi a classificação da Porsche Cup em Interlagos:
 
A classe 4.0 foi a primeira a ir para a pista para a classificação na tarde desta sexta-feira. Com os primeiros 15 pilotos na pista, eles brigariam para conseguir as dez vagas para a segunda parte da tomada de tempos para brigar pela pole-position.
 
Miguel Paludo foi quem se colocou como o mais rápido do momento ao fazer 1min37s244. O #7 tinha Vitor Baptista logo na sequência, com Pedro Aguiar, Ricardo Baptista e Eloi Khouri completando o top-5 do momento.
 
Mas não demorou muito para a ponta da folha de tempos mudar de mãos. O representante da Academia Shell Racing superou o antigo ponteiro e pulou para o primeiro posto, mas logo viu Paludo reassumir a ponta, com Ricardo em segundo.
 
Com menos de cinco minutos para o encerramento da primeira fase da classificação, Marcel Coletta puxava a fila com o tempo de 1min36s549. Paludo, Vitor, Ricardo, Werner Neugebauer, Alceu Feldmann, Marçal Müller, Maurizio Billi, Pedro Aguiar e Eloi Khouri garantiam vaga para a parte seguinte da sessão.
 
Com a bandeira quadriculada, os pilotos que não conseguiram se colocar entre os dez mais rápidos foram Sylvio de Barros, Adalberto Baptista, Rouman Ziemkiewicz, Rodrigo Mello e Dominique Teysseyre.
 
Minutos mais tarde começou a rodar o cronômetro para a parte final da classificação. Logo que o tempo começou a correr os pilotos logo deixaram os boxes para completarem as voltas de instalação.
 
O primeiro a aparecer como o mais veloz do momento foi Neugebauer, que cravou 1min37s257. 0s900 mais lento, Khouri era quem vinha logo depois, com Feldmann completando o top-3.
Enzo Elias (Foto: Telmo Gil)
Sobrando apenas dois minutos para o encerramento da classe Carrera Cup 4.0, Paludo se colocou em primeiro, mas logo viu Vitor superá-lo ao fazer 1min36s285. Ricardo, Khouri e Werner seguiam a dupla.
 
Bandeira quadriculada tremulando em Interlagos. Quem ficou com a pole-position da Carrera Cup 4.0 foi Baptista, com Marcel Coletta saindo ao lado do #120. Miguel e Alceu vinham na sequência, com Marçal e Ricardo completando a terceira fila. Na GT3 Cup 4.0, Maurizio Billi é quem sai da posição de honra do grid.
 
Não demorou muito para que a classe 3.8 ir para a pista. Assim que o tempo começou a rodar, os pilotos logo deixaram os boxes para começarem os giros de instalação e logo em seguida abrirem as tentativas de voltas rápidas.
 
Felipe Baptista logo se colocou na ponta da tabela com 1min40s130. Quem vinha atrás do representante da Shell era Enzo Elias, com Marcelo Tomassoni, Chico Horta e Márcio Mauro completando o top-5.
 
Mas logo as coisas acabaram mudando em Interlagos. Seguindo o bom ritmo apresentando durante o treino livre, Matheus Iorio bateu o antigo ponteiro em apenas 0s085 para ficar como o mais rápido.
 
Com menos de cinco minutos para o encerramento da primeira fase da tomada de tempos, a ordem na tabela era Felipe, Enzo, Matheus, Mucas Salles, Márcio, Marcelo Tomassoni, Fran Lara, Chico, Marco Billi e Nelson Monteiro.
 
Urubatan Junior, Zeca Feffer, Ayman Darwich, Ramon Alcaraz, Paulo Totaro, Cesar Urnhani, André Gaidzinski, Nelsinho Marcondes, Georgius Frangullis, Eduardo Menossi, SangHo Kim e Leonardo Sanchez não avançaram para a fase seguinte.
 
Após uma breve espera, enfim os dez últimos minutos de sessão foram liberados para a pista. O primeiro que tratou de anotar uma volta rápida foi Enzo, que marcou 1min39s652. Iorio e Baptista fechavam o top-3.
 
Com cinco minutos para o encerramento da classificação, a ordem era Elias, Baptista, Iorio, Horta, Lara, Mauro, Tomasoni, Billi, Monteiro e Salles.
 
Cronômetro zerado em Interlagos, quem ficou definitivamente com a pole-position, mais uma vez, foi Enzo Elias. O #73 sai da posição de honra do grid ao anotar um tempo 0s116 mais rápido que Iorio, o segundo.
 

Paddockast #33
10 ANOS DE SECA BRASILEIRA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube