2º, Dixon celebra ajustes e acerto na estratégia em Iowa: “Sinto que demos sorte”

Líder do campeonato, Scott Dixon falou sobre as dificuldades no treino classificatório e a recuperação para fechar a corrida 1 de Iowa na segunda colocação

Scott Dixon teve outra grande atuação em 2020. Líder do campeonato, saiu de 17º em Iowa para fechar na segunda posição, atrás apenas de Simon Pagenaud, da Penske.

Em entrevista coletiva após a corrida, o neozelandês da Ganassi comentou as mudanças feitas após o problema que teve nos treinos classificatórios. Dixon tem quatro pódios em cinco corridas da Indy em 2020.

“Foi interessante. Fizemos alguns ajustes depois da classificação, então demorou um pouco para avaliarmos o carro, sinto que demos sorte em algumas coisas. O carro era bem decente, talvez faltou ritmo nas primeiras 20 voltas, mas depois ficamos bem. Dou crédito ao time, eles fizeram um grande trabalho de estratégia, um trabalho que nos ajudou”, completou.

Scott Dixon é líder da Indy 2020 (Foto: Indycar)

Scott também comentou sobre as diferenças de estratégias que colocaram Pagenaud, que largou em 23º, à frente na disputa. O neozelandês também comentou sobre a tentativa de ataque no francês nas voltas finais.

“A estratégia dele foi diferente da nossa. Parou um pouco mais cedo, se aproveitou das amarelas. Você precisa ser agressivo nos ovais curtos, e sinto que me coloquei na briga. Tive uma chance de passar Simon, poderia ter mergulhado, mas foi uma oportunidade que desperdicei. Achei que estaria melhor nas 10 voltas finais, mas com 40 e 30 para o fim, vi que ele estava mais forte. Parabéns para ele”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube