Rossi lidera 1-2 da Andretti e fecha na frente segundo dia de testes da Indy em Sebring

Se na segunda-feira a Ganassi foi a protagonista, na terça-feira a Andretti dominou os trabalhos na versão mais curta do traçado de Sebring. Com apenas nove carros e cinco equipes na pista, o circuito localizado na Flórida teve Alexander Rossi como o mais rápido

A Indy completou, na última terça-feira (19), uma curta bateria de dois dias de testes privados na versão mais curta do circuito de Sebring, na Flórida. Com nove carros de cinco equipes diferentes na pista, Alexander Rossi, da Andretti, foi o mais rápido do segundo dia de sessão na Flórida, liderando o 1-2 da Andretti, que teve Colton Herta na segunda posição.

Rossi, a bordo do carro #27 empurrado pelo motor Honda, virou 52s272 na melhor das 105 voltas completadas. O tempo foi ligeiramente melhor que os 52s320 cravados por Scott Dixon, da Ganassi, que foi o mais rápido do treino de segunda-feira, que contou com sete pilotos na pista.

ALEXANDER ROSSI; INDY; INDYCAR; INDY 2021; SEBRING;
Alexander Rossi fechou a sessão de testes privados como o mais rápido (Foto: IndyCar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Herta, que completou 108 voltas no traçado, foi 0s106 mais lento que o companheiro de equipe. Jack Harvey, novo companheiro de equipe de Helio Castroneves, representou a Meyer Shank e levou o carro #60 ao terceiro lugar da tabela de tempos com 54s540 na sua volta mais rápida na esteira de 112 giros concluídos.

Ryan Hunter-Reay colocou o terceiro carro da Andretti entre os cinco primeiros ao cravar 52s675, 0s403 mais lento que Rossi, tendo completado 116 voltas.

Quem mais andou na última terça-feira foi Graham Rahal, que realizou 160 voltas. Na melhor delas, o piloto da RLL cravou 52s725. Dentre os pilotos que aceleraram carros empurrados por motor Chevrolet, o mais rápido foi Max Chilton, da Carlin, sexto colocado na tabela geral de tempos, com 52s738 na sua melhor volta. O britânico foi um dos poucos que não alcançaram a contagem centenária de voltas.

COLTON HERTA; SEBRING; INDY; INDY 2021
Colton Herta fechou a dobradinha da Andretti na terça-feira de testes privados da Indy (Foto: IndyCar)

Dalton Kellett, que neste 2021 vai fazer a temporada inteira pela Foyt, foi o sétimo depois de ter completado 136 voltas, marcando 52s864 na melhor delas. Takuma Sato, vencedor das 500 Milhas de Indianápolis do ano passado e companheiro de equipe de Rahal, foi o oitavo, 0s651 mais lento que o líder da sessão, enquanto Marco Andretti, que em 2021 só tende a fazer a Indy 500, foi o último e fechou a tabela de tempos com 53s133 na esteira de 86 voltas completadas a bordo do carro #29.

Em entrevista à revista britânica Autosport, Rossi falou um pouco sobre os trabalhos de pista antes de testar, no mesmo circuito, o protótipo Acura com o qual vai guiar na temporada 2021 do IMSA SportsCar, tendo como um dos seus companheiros de equipe Helio Castroneves.

“Sei que viemos aqui como a única pista que possa representar um circuito de rua em teste, mas, sinceramente, depois de dois dias de carros andando aqui, há tanta aderência, típica de um circuito misto. Dito isso, focamos muito nos pacotes de St. Pete para quando realmente corrermos lá”, disse.

“Acho que no fim do ano passado tínhamos encontrado nossa melhor performance, então é bom ver que isso continua e que conseguimos igualar Scott na manhã e na tarde de testes do dia anterior”, complementou.

Com a mudança de data do GP de St. Pete, agora marcado para 25 de abril, a etapa de abertura da temporada 2021 da Indy está marcada para 11 de abril e será realizada em Barber, no Alabama.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube