Indy

Andretti busca ter Daly além da Indy 500, mas descarta GP de Indianápolis: “Não faz sentido para ninguém”

Michael Andretti deixou claro que quer que Conor Daly faça mais corridas com a equipe em 2019, mas já avisou que a busca por patrocínios não engloba o GP de Indianápolis, justamente para não desviar o foco na preparação para a Indy 500
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Conor Daly (Foto: Andretti Autosport)
O anúncio de Conor Daly na Indy 500 com a Andretti surpreendeu durante a semana, mas pode ser que o americano esteja em ainda mais provas com a equipe em 2019. Segundo Michael Andretti, as partes estão se mexendo para possibilitar maior participação de Daly, mas que certamente não incluirão o GP de Indianápolis.
 
Andretti explicou que é a busca por patrocinador que vai ditar o futuro de Daly no time, mas que o desejo é de ter o quinto carro mais regularmente.
Conor Daly pode ser figura marcante na Andretti em 2019 (Foto: IndyCar)
"Nós já conversamos até sobre isso, estamos trabalhando. Eu diria que há uma possibilidade real dele seguir conosco para outras provas. Eu adoraria, aliás, que ele seguisse com a nossa família por mais tempo, espero que consigamos tornar isso real. Tudo depende de patrocinador, mas estamos vendo as outras áreas também. Vamos ver", disse.
 
No entanto, ao contrário do que acontece, por exemplo, com Helio Castroneves e a Penske, Michael não entende como algo positivo uma possível participação de Daly na prova no misto de Indianápolis.
 
"Não estamos com o GP de Indianápolis planejado para ele, é meio difícil isso. A gente quer ter certeza que o carro e ele estejam prontos para a Indy 500, ou seja, para o superoval, e isso demanda muito mais tempo. Para nós, o tempo de transformar um carro de misto em oval seria um esforço desnecessário, não é algo que queremos, não faz sentido para nós", completou.