Askew é liberado por médicos e volta à McLaren no lugar de Castroneves em St. Pete

Helio Castroneves teve a esperança de correr a final da Indy em St. Pete pela McLaren, mas Oliver Askew foi aprovado nos exames e volta ao cockpit do carro #7 na etapa final

Oliver Askew vai retornar ao cockpit do carro #7 da McLaren no GP de St. Pete da Indy, que acontece no domingo (25). O piloto americano era dúvida por aguardar os resultados de exames. Ele sofreu uma concussão durante a Indy 500 e precisou se afastar das corridas no misto de Indianápolis. A informação foi apurada pelo GRANDE PRÊMIO e divulgada durante o Paddock GP #219.

O veterano brasileiro Helio Castroneves, que foi substituto de Askew nas últimas duas corridas, vivia a expectativa de correr novamente. Mas como Oliver foi aprovado nos exames, vai ficar de fora do encerramento da temporada 2020.

Assista o trecho completo com a revelação da informação:

A McLaren é uma das melhores equipes da temporada 2020 da Indy. Para 2021, o time já renovou com Pato O’Ward, mas ainda não anunciou o parceiro do mexicano, apenas que Askew não continua. Felix Rosenqvist, de passagem instável pela Ganassi, é o favorito ao posto, mas nomes como o de Castroneves e até de Sergio Pérez já foram citados pelo chefão Zak Brown.

Helio Castroneves sonhou com uma nova chance na McLaren, mas ficou de fora (Foto: IndyCar)

Piloto de 30 vitórias pela Indy, Castroneves foi presença no grid de forma integral entre 1998 e 2017, contando o período entre CART, IRL e Indy pós-fusão. Figura carimbada da Penske, passou a competir apenas no GP de Indianápolis e na Indy 500 a partir de 2018, quando assumiu um posto na equipe no SportsCar.

Em 2020, Helio fez apenas a Indy 500, na qual terminou em 11º, além da rodada dupla do GP de Indianápolis 2, em que foi 20º e 21º. Aquelas duas foram, inclusive, as primeiras corridas do brasileiro fora da Penske desde 1999, quando fez a temporada pela Hogan.

No SportsCar, Castroneves disputa fortemente o título da temporada ao lado de Ricky Taylor. Após sete provas, o brasileiro e o americano somam 207 pontos, oito a menos que os líderes Ryan Briscoe e Renger van der Zande.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar