Chefe cogita rodadas duplas e garante Indy 500 “mesmo que em outra data”

CEO da Indy, Mark Miles voltou a colocar a Indy 500 como prioridade e admitiu que a mudança de data da prova é uma realidade, mas que ela precisa acontecer. Ainda, colocou rodadas duplas como a que acontece em Detroit como saídas para preencher o calendário

A Indy continua mexendo em seu calendário e se preparando para os impactos da pandemia do coronavírus. O que não mudou, porém, é o objetivo principal: realizar a Indy 500 de qualquer forma. CEO da categoria, Mark Miles admitiu que até mudaria a data para que a prova aconteça, como o GRANDE PRÊMIO adiantou nesta sexta-feira (20). Outra medida considerada é a de ter rodadas duplas como a de Detroit, para preencher mais corridas na temporada.
 
O chefe da Indy explicou que a categoria precisa de tempo para ver como vai ficar o surto do coronavírus nos EUA nas próximas semanas, mas falou abertamente em achar outra data para a Indy 500, que precisa ter sua 104ª edição de qualquer jeito.
 
"O que posso dizer é que realizar a Indy 500 em 2020 é nossa prioridade máxima. É impossível saber o real efeito que essa crise vai ter, mas eu garanto que nós vamos fazer a Indy 500, é o que garantimos. Nosso objetivo é manter a programação, fazer em maio, mas, se isso não for possível, vamos achar outra data. É uma decisão que teremos mais clara no futuro", disse Miles à agência francesa de notícias 'AFP'.
A Indy 500 vai rolar, mesmo que seja no fim do ano (Foto: IndyCar)
Miles não desistiu ainda nem de fazer as 17 provas previstas no calendário, ainda que quatro etapas já tenham sido canceladas. Nas vagas de St. Pete, Austin, Alabama e Long Beach, poderiam rolar rodadas duplas como a de Detroit. Toronto, por exemplo, teve até poucos anos atrás.
 
"É muito cedo para saber o que vai ser possível, mas ainda não descartamos a possibilidade de fazer 17 corridas, como era o planejado. E aí pode ser algo como rodadas duplas, correríamos duas vezes no mesmo lugar no mesmo final de semana, como acontece em Detroit", completou.

A última atualização dá conta de 289.948 casos de coronavírus no mundo, 22.177 nos Estados Unidos, o quarto país mais afetado. São 12.755 mortos no mundo.
 

COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 

☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.


 
Paddockast #53
TÉO JOSÉ – O HOMEM QUE 'NÃO PERDE MAIS'

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube