Chilton bate recorde de Kanaan e fica com pole da Indy Lights em Laguna Seca. Líder, Harvey sai em quinto

Max Chilton bateu o recorde de volta da Indy Lights em Laguna Seca, que já perdurava por 18 anos - era de Tony Kanaan, inclusive. Vai sair na frente com Kyle Kaiser no segundo lugar. Os maiores postulantes ao título vêm entre as filas dois e três

Max Chilton ficou com a pole-position no treino classificatório final da temporada 2015 da Indy Lights neste sábado (12) em Laguna Seca. Mais que isso: Chilton quebrou o recorde da pista para carros da Lights – um recorde que era de Tony Kanaan e durava desde 1997. 1min14s828 contra 1min15s090.
 
Só que o recorde continuou a cair depois de Max, e ele precisou voltar a marcar o territória e anotar um feroz 1min14s233 com o #14. Quem o seguiu foi Kyle Kaiser, que empurrou os postulantes ao título para trás. 
Max Chilton fez a pole em Laguna Seca (Foto: Indy Lights)
Então, os possíveis campeões. Vice-líder do campeonato, Spencer Pigot vai largara na terceira colocação. Ao seu lado na segunda fila, Ed Jones, que vem em terceiro na classificação. Pigot e Jones estão a seis e 18 pontos do líder, respectivamente.
 
Líder que é Jack Harvey, abrindo a terceira fila com o quinto lugar. RC Enerson larga em oitavo ainda sonhando com um título improvável. Com todos os três maiores postulantes ao título misturados nas filas dois e três, promete ser uma largada forte. 
 
Todos os seis primeiros colocados bateram o recorde antigo de Kanaan. O sexto foi Sean Rayhall, que não participou de toda a temporada, mas foi quem venceu a última prova em Mid-Ohio. 
 
A primeira prova acontece ainda na tarde deste sábado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube