Lundgaard fala em “sentimento agridoce” por Rahal e cobra RLL: “Temos de ser melhores”

Piloto dinamarquês lamentou a eliminação de Graham Rahal no Bump Day e cobrou para que a equipe RLL melhore o carro para as 500 Milhas de Indianápolis

Christian Lundgaard viveu momentos de tensão neste domingo (21). O dinamarquês participou do Bump Day das 500 Milhas de Indianápolis e embora tenha feito um tempo que permitiu a classificação sem sustos para a corrida, não foi confortável disputar as últimas vagas na tradicional prova com os seus dois companheiros de equipe.

O dono do carro #45 estabeleceu o seu tempo de 2min36s760 ainda no começo da sessão e depois só teve de observar os concorrentes, especialmente Jack Harvey e Graham Rahal, brigarem para não ficarem com o último lugar. Rahal, também da RLL, foi o eliminado, o que despertou um sentimento agridoce para Lundgaard.

“Foi a hora mais longa, realmente [já que teve de esperar uma hora no Bump, após conseguir o seu tempo, para confirmar a vaga na Indy 500], por nenhuma razão aparente, mas estou feliz por estar nela [na Indy 500], começar novamente em 31º neste ano, fiz isso no ano passado também”, disse o dinamarquês em entrevista à emissora americana NBC.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Christian Lundgaard cobrou melhorias para que pilotos da RLL não passem sufoco na Indy 500 (Foto: Indy)

“É um sentimento um pouco agridoce para a equipe agora, mas acho que está claro que temos de ser melhores para não nos colocarmos nesta posição. Neste momento, me sinto arrasado por Graham [Rahal]. Olhando para ontem e para o ritmo desta manhã, parecia que eu tinha um pouco mais de ritmo do que eles, então não estava muito preocupado em me classificar, mas obviamente queríamos os três lá dentro e agora um deles está fora, o que não era o que queríamos”, finalizou.

A RLL teve uma performance desastrosa na classificação da Indy 500. Além de Lundgaard, que largará em 31º, a equipe ainda terá Katherine Legge, em 30º, e Harvey, em 33º. O ritmo mostrado ao longo de toda etapa colocou sob dúvida se a escuderia do ex-piloto Bobby Rahal será capaz de oferecer alguma resistência na prova principal.

A largada das 500 Milhas de Indianápolis está marcada para as 13h30 (de Brasília, GMT-3) do próximo domingo (28), com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Indy direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.