Indy

Com apenas um carro pronto, Harding projeta revezamento entre Herta e O'Ward no teste em Austin

O dinheiro esperado ainda não chegou na Harding. A equipe anunciou a contratação do campeão e vice da Indy Lights em 2018, respectivamente Pato O'Ward e Colton Herta, mas ainda não conseguiu confirmar que os dois vão tomar a pista na temporada. Isso porque apenas um dos carros está pronto para os testes coletivos marcados para a próxima semana no Circuito das Américas

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Com dois carros para a temporada 2019 da Indy, a Harding anunciou que vai para os testes coletivos de Austin com apenas um dos bólidos disponíveis. Para que participem dos testes, os dois pilotos titulares, Pato O'Ward e Colton Herta, terão de dividir o monoposto durante os testes no Texas. Ainda não está claro, porém, se O'Ward vai tomar parte na atividade.
 
Quem fez a revelação foi o presidente da equipe, Brian Barnhart. Os boatos sobre a falta de dinheiro da Harding são persistentes durante os últimos meses, apesar do novo acordo para utilizar motores Honda na temporada vindoura. Entretanto, o presidente assegurou que o segundo carro vai estar pronto em tempo para um pequeno teste antes da abertura da temporada.
 
"Vamos mandar um carro e parece que está bom. Já está no solo e estamos próximos de ligá-lo. A parte ruim é que, infelizmente, há apenas um carro pronto no momento e vamos fazer com que os pilotos dividam [a pilotagem]", afirmou.
 
"As dificuldades que tivemos fizeram com que aprontássemos apenas um carro até agora. O calendário após o teste no COTA permite que andemos em Sebring antes de São Petersburgo para fazer um shakedown com o segundo carro. O plano é depois disso partir para St. Pete com dois carros e pilotos", seguiu.
A Harding de 2018 (Foto: Indy)
Segundo Barnhart, o desejo é que tanto O'Ward quanto Herta, ambos novatos vindos da Lights, tenham bom tempo de pista. "A única coisa que eu posso falar é sobre nossas intenções: queremos ter os dois pilotos na pista no COTA."
 
A equipe vai ficar responsável por buscar patrocínios para ambos os carros — isentando os pilotos da responsabilidade —, mas a notícia sugere que ainda não houve conquista nessa área.
 
"As coisas não evoluíram tão rápido e com tanto sucesso quanto esperávamos, e não foi por falta de tentativa. Discutimos muito e criamos muitas propostas. É um processo lento, mas ainda estamos com o foco no que vem por aí", encerrou.
 
O teste no Circuito das Américas está marcado para os dias 12 e 13 de fevereiro, enquanto a temporada abre na Flórida, nas ruas de São Petersburgo, no fim de semana do dia 10 de março.