Como veterano, Palou responde perda da liderança com pole e retoma favoritismo

Álex Palou não se deixou abater pela série de inacreditáveis azares que teve e o fizeram perder a dianteira da temporada da Indy, cravou a pole em Portland e voltou a mostrar o motivo de parecer ser o homem a ser batido

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Álex Palou é o grande nome da Indy em 2021 e a pole do GP de Portland mostra bem os motivos para tal. Neste sábado (11), o catalão deu a melhor resposta possível para uma perda da liderança do campeonato que tinha tudo para ser bem traumatizante. Com postura de veterano, garantiu a posição de honra no grid e, ainda que esteja atrás de Pato O’Ward nos pontos, retomou o protagonismo.

É sempre válido dizer que Palou, definitivamente, não perdeu a liderança por qualquer erro que tenha cometido. Simplesmente perdeu. Primeiro, no GP de Indianápolis 2, quando marchava para abrir mais de 50 pontos para os rivais, viu o motor explodir. Depois, em Gateway, foi acertado por Rinus VeeKay e abandonou.

Antes disso, já vinha passando por sequenciais punições no grid por troca de motor, algo que até virou mais corriqueiro nas últimas provas, mas que antes dele basicamente nunca tinha acontecido na Indy. Enfim, tudo parecia conspirar contra, menos o próprio desempenho, que seguia impecável.

Álex Palou conquistou uma pole dominante (Foto: IndyCar)

A grande questão para Portland, porém, era mais anímica do que de técnica. Afinal, uma diferença que podia ser de mais de 50, em duas corridas virou uma desvantagem de 10, para Pato O’Ward. A reação foi perfeita e imediata, com a pole no misto de Oregon. Como estamos em época de US Open, foi como se Palou tivesse o serviço quebrado e devolvesse a quebra imediatamente. Coisa de veterano, pois.

Aos 24 anos e apenas na segunda temporada na Indy, a primeira com a Ganassi e em um carro verdadeiramente competitivo, Álex dá todos os sinais de estar completamente pronto para a glória. É impossível, em um ano tão apertado e cheio de reviravoltas, cravar quem levará o título, mas Palou, certamente, vai brigar até o fim.

O grande adversário de Álex deve mesmo ser O’Ward. Ainda que a temporada esteja diariamente nos ensinando a não tirar ninguém da briga, o mexicano é quem lidera o campeonato e larga de sétimo amanhã, ou seja, nem tão longe assim da disputa dos primeiros lugares.

Josef Newgarden vai precisar remar muito na corrida (Foto: IndyCar)

Josef Newgarden, por outro lado, tomou um banho de água fria. O bicampeão vinha reagindo, se livrando da má sorte, empilhando bons resultados e, em Gateway, venceu e ficou muito perto de O’Ward e Palou. Saindo de 18º na corrida de Portland, só um milagre não fará o americano deixar o fim de semana mais distante do tri.

Por fim, Scott Dixon. Sim, é verdade que não faz um grande campeonato. Sim, as últimas corridas não foram nada boas. Mas, mesmo com tudo isso, só 43 pontos separam a lenda da Indy do primeiro lugar. Em Portland, a oportunidade de reação surgiu, com um terceiro lugar no grid que pode fazer Dixon voltar ao páreo.

Com três corridas para o fim do campeonato, o GP de Portland ganha quase ares de decisão e dificilmente podia pedir um grid mais complexo do que o que terá, com dois candidatos ao título na frente, um no meio do pelotão e outro tendo de remar do fundo. Entretenimento garantido.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar