Desapontado, Barrichello culpa bandeira vermelha por 15ª colocação no grid do GP de Baltimore

Rubens Barrichello vinha bem em todos os treinos livres em Baltimore, mas o acidente de Graham Rahal e a bandeira vermelha nos minutos finais do treino classificatório acabaram com as chances do piloto.

Rubens Barrichello vinha de bons desempenhos nos treinos livres em Baltimore e a expectativa era conseguir um lugar no Fast Six, fase decisiva do treino classificatório. Mas o acidente de Graham Rahal e a entrada da bandeira vermelha nos minutos finais da sessão da primeira fase acabou com as chances do brasileiro de conseguir um bom lugar no grid.

Barrichello lamentou a 15ª posição no grid de largada (Foto: IndyCar/LAT USA)

"Estou obviamente desapontado. Tivemos um carro competitivo todo o fim de semana, mas só conseguir fazer uma volta de classificação antes de aparecer à bandeira vermelha, interrompendo a classificação”, disse o ex-piloto da Williams na F1.

“Regras são regras e, portanto, não consegui mais qualquer volta cronometrada, por isso estamos aonde estamos", finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube