DeFrancesco perde controle em relargada e causa “big one” com Castroneves e Rahal

O canadense Devlin DeFrancesco tentou ultrapassar dois carros em uma curva e acabou tirando o brasileiro Helio Castroneves e o americano Graham Rahal do GP do Texas

Devlin DeFrancesco tentou manobra ousada e acabou tirando Helio Castroneves e Graham Rahal do GP do Texas (Vídeo: Indy)

O canadense Devlin DeFrancesco causou um acidente feio no GP do Texas neste domingo (20). O piloto da Andretti perdeu o controle do carro durante a relargada pós-batida de Kyle Kirkwood na volta 127 e acertou Graham Rahal, que estava ao seu lado, em cheio. O americano, sem controle do carro, acabou acertando o brasileiro Helio Castroneves. Os três abandonaram a prova.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Rahal e Castroneves saíram irritados de seus carros após o incidente. Eles brigavam no meio do pelotão, enquanto DeFrancesco já havia se envolvido em outros dois acidentes, empurrando Sato para o muro e fechando Kirkwood, que, sem espaço, acabou indo parar na área sem aderência da pista e bateu.

Helio Castroneves largou em 6º no Texas (Foto: Indycar)

“Foi desnecessário, todos estavam tentando criar e espaço, e sabemos que três em uma curva não vão. É frustrante, sabíamos o que tínhamos que fazer aqui, a máquina estava boa, então é uma pena. Mas temos seguir em frente agora”, disse Helio após o incidente.

Depois de terminar em 14º na corida de abertura em St. Pete e abandonar no Texas, Castroneves vai em busca de resultados melhores. O brasileiro volta às pistas agora no dia 10 de abril, para o GP de Long Beach.

TUDO SOBRE O GP DO BAHREIN DE F1 | Briefing
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar