Diretor da Schmidt Peterson elogia desempenho de Derani em teste e diz: “Ele tem uma maturidade impressionante”

Piers Phillips se mostrou bem impressionado com o que Pipo Derani fez durante o teste com a Schmidt Peterson. O diretor da equipe elogiou muito a maturidade do brasileiro e a rápida adaptação ao carro

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Pipo Derani passou uma ótima impressão no teste que realizou com a Schmidt Peterson em Sebring. O paulista de 23 anos agradou pela rápida adaptação ao carro da Indy e pelo entrosamento que demonstrou com engenheiros. 

 
Piers Phillips, diretor da Schmidt Peterson, se mostrou assustado com a maturidade que Derani demonstrou mesmo com a pouca idade.
 
"Pilotos que chegam já com experiência, especialmente aqueles que são de ponta em categorias de endurance, têm muito mais facilidade e um entendimento com engenheiros bem profundo. Com o Pipo não foi diferente. Do momento em que ele entrou no carro até a hora de sair ele mostrou uma maturidade muito acima do que indica a idade dele", disse.
 
Phillips lembrou que Pipo já tem um histórico recente de rápida adaptação aos mais diferentes tipos de carros.
 
"Ele já guiou tantos carros diferentes em tão pouco tempo, é praticamente que da natureza dele isso de aprender tudo tão rápido. Ele foi impressionante, foi um imenso prazer trabalhar com ele nesse teste", seguiu.
Pipo Derani testou o carro da Schmidt Peterson (Foto: Schmidt Peterson)
O dirigente comentou que Derani poderia ter feito um tempo ainda melhor que o 52s69 que virou em Sebring pela maneira que vinha guiando. A marca, aliás, foi apenas 0s6 mais lenta que a de Ryan Hunter-Reay com sua Andretti.
 
"Ele começou a sofrer um pouco com dores no pescoço, mas isso foi porque o capacete dele não era o ideal para o nosso carro. Mas o tempo de volta dele foi impressionante e, digo mais, poderia ter sido 0s3 ou 0s4 mais rápido até. Primeira vez com o carro, primeira vez com pneus novos, tirar tudo de performance leva um tempo", completou.
 
O teste parece ter agradado a todos os envolvidos. Dias atrás, Pipo revelou que consideraria a Indy caso recebesse uma oportunidade.
 
“Aos 23 anos, sou jovem para correr de carros esportivos e monopostos, então vou olhar as oportunidades e pensar com cuidado sobre o que eu poderia fazer caso tivesse uma oportunidade certa na Indy”, afirmou.
 
PADDOCK GP #67 RECEBE OZZ NEGRI E DEBATE TESTES DA F1 EM BARCELONA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube