Dixon fala em frustração e lamenta performance no GP de Austin: “Nem sei o que dizer”

Em Austin, Scott Dixon e Felix Rosenqvist passaram bem longe dos resultados que obtiveram na estreia em St. Pete. E o atual campeão da categoria deixou a prova extremamente frustrado e sem saber o que dizer para justificar tamanha falta de performance

Uma das grandes equipes na estreia, a Ganassi não conseguiu andar bem no Circuito das Américas. Sem ritmo, Scott Dixon ainda teve azar com uma bandeira amarela causada pelo próprio companheiro de equipe Felix Rosenqvist que, por sua vez, perdeu cinco voltas no incidente.
 
A equipe teve um ritmo bem diferente do que apresentou em São Petersburgo e o atual campeão não fez questão alguma de esconder a frustração. Sem muitas palavras, Dixon lamentou bastante a performance que gerou o 13º lugar.
 
"Não foi nossa melhor corrida. Na verdade, nem sei o que dizer. Estou muito frustrado e sem ter o que dizer além disso", disse.
Scott Dixon não andou bem no Circuito das Américas (Foto: IndyCar)

Rosenqvist também mostrou-se frustrado com o rendimento do carro, mas admitiu boa parcela de culpa por uma rodada e lembrou também o acidente com James Hinchcliffe como fim da linha na prova.

 
"Tínhamos uma boa velocidade no carro, mas não conseguimos transferir isso para a corrida. Também cometi um erro e rodei, o que não ajudou em nada. Aí eu e o Hinchcliffe nos encontramos, nem sei bem como aconteceu. De qualquer jeito, tiramos várias lições para voltarmos mais fortes em Barber", afirmou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube