Emocionado, Pagenaud fala em sonho realizado após vitória em Indianápolis: “Uma vida tentando atingir isso”

Simon Pagenaud foi pole, liderou a maioria das voltas e superou Alexander Rossi nas voltas finais para sair com o triunfo em Indianápolis. O francês, novo líder da Indy, comentou com emoção após o feito, e brincou sobre as recentes críticas que sofreu sobre suas performances

Simon Pagenaud bateu Alexander Rossi em uma disputa eletrizante nas voltas finais e venceu as 500 Milhas de Indianápolis pela primeira vez na carreira. O francês da Penske largou na pole e liderou mais da metade da prova, até trocar de posição com o rival da Andretti por seguidas vezes nas voltas finais, até uma ultrapassagem decisiva no giro 198.
 
Após o triunfo, Pagenaud não trouxe o carro ao Victory Lane, como de costume. Ele estacionou na reta de chegada, e muito emocionado, compartilhou um dos mais altos momentos de sua carreira com os fãs. Ele explicou a atitude diferente em entrevista à emissora NBC.
 
“Eu queria compartilhar o momento com os fãs, me desculpem se demorou um pouco. Acho que não foi convencional fazer desse jeito. É difícil acreditar neste momento, foi uma corrida muito intensa, lideramos a maior parte. O carro estava bem e a amarela veio na hora certa. Quero me ver na TV com isso, é sensacional. É um sonho virando realidade, uma vida tentando atingir isso. Nunca esperei estar aqui, mas sempre trabalhei o mais forte possível. Quero agradecer aos fãs por compartilharem este momento comigo”, contou Pagenaud.
Simon Pagenaud (Foto: IndyCar)
Campeão da Indy em 2016 e vice em 2017, o francês teve um 2018 ruim e um início lento em 2019, mas fez uma recuperação sensacional no mês de maio, vencendo o GP de Indianápolis e a Indy 500. Perguntado se as críticas o impulsionaram, brincou com o assunto.
 
“O leite me motivou”, brincou. “Não muito. Estou focado, especialmente quando tenho um carro como esse e um time como esse. Não cometemos erros no final, e estamos aqui no Victory Lane. Nós conseguimos”, declarou.
 
O próprio Pagenaud fez uma autocrítica por conta dos resultados ruins registrados nos últimos tempos, afirmando que não estava pilotando na sua melhor forma. Após a vitória, voltou atrás na declaração, em tom de brincadeira. “É, acho que é meu melhor”, finalizou.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube