Ericsson crê que ausência em Portland “não foi ideal” na busca por renovação

Marcus Ericsson ficou de fora da etapa da Indy em Portland e também não correu na Bélgica pela Fórmula 1. O sueco afirmou que a situação não foi ideal, e crê que saiu prejudicado em uma disputa pela vaga na McLaren SP em 2020

Marcus Ericsson não disputou a etapa de Portland da Indy. O piloto da Schmidt Peterson foi chamado para ficar de standby de Kimi Räikkönen no GP da Bélgica da Fórmula 1, pela Alfa Romeo. O sueco também não correu em Spa-Francorchamps, e admite que a situação não lhe favoreceu.

 
Ericsson ainda busca um novo contrato na Indy, e perdeu uma oportunidade de convencer a dupla Sam Schmidt e Ric Peterson que pode fazer parte da futura McLaren SP em 2020.
 
"Claro que é ruim”, disse Ericsson sobre ausência em Portland. ‘Estou correndo por um novo contrato lá no próximo ano, e é claro, você tem que pilotar nas oportunidades para mostrar do que é feito. Claro que não foi ideal, mas tinha uma chance de correr naquele fim de semana e eu tomei a decisão. Eu e Kimi concordamos que era incerto que ele poderia correr. Não é o ideal para mim, mas é o caso", completou ao site norte-americano ‘Motorsport.com’.
Marcus Ericsson (Foto: Indycar)
Ericsson também revelou que a situação da Bélgica não favoreceu muito nas conversas de renovação. O piloto faz a última corrida do contrato em Laguna Seca, no dia 22, mas revelou que uma porção de times interessados o fazem pensar em seguir na Indy em 2020.
 
"Resultou em algumas interrogações que vieram de forma estranha. Foi uma semana especial, sem dúvidas. Eu não sei o quão perto está, mas sei que tem interesses de vários times. Ainda estamos conversando, então existem boas oportunidades, mas você não sabe de nada até o acordo ser fechado. Sinto que tem interesse suficiente para ter esperanças para 2020”, concluiu.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar