Foyt com cara de quem “lutou contra Mike Tyson”: como chefe de Kanaan e Leist sobreviveu a ataque de abelhas mortais

Na última quinta-feira (15), o lendário AJ Foyt foi atacado em seu rancho por um enxame de abelhas e sofreu mais de 200 picadas na cabeça. Aos 83 anos, o norte-americano seria homenageado como o grand marshal das 12 Horas de Sebring, neste sábado, mas não poderá estar presente à Flórida. O ex-piloto segue em observação no Texas, mas passa bem

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Lenda do automobilismo norte-americano e mundial, AJ Foyt sofreu um grande susto na última quinta-feira (15) em seu rancho no Texas. Aos 83 anos, o ex-piloto e dono da equipe que empresta seu nome e conta com os brasileiros Tony Kanaan e Matheus Leist, foi atacado por um enxame de abelhas assassinas e sofreu mais de 200 picadas no rosto. Foyt, hoje com 83 anos, seria homenageado pela organização das 12h de Sebring, que acontece neste sábado, como grand marshal, mas terá de ficar internado em um hospital no Texas para se recuperar. Apesar do susto, A.J. passa bem e se mostrou até bem humorado: “Parece que lutei contra Mike Tyson e perdi”, ao falar sobre as lesões no rosto. Foi a segunda vez que Foyt sofreu e superou um ataque de abelhas.

 
Em um comunicado enviado à imprensa com o título ‘AJ Foyt x Abelhas Assassinas: Foyt 2 x o Abelhas’, o lendário piloto contou o que houve e mostrou bom humor. “Sinto muito por não poder estar lá porque estava muito ansioso para este fim de semana. Estava trabalhando no meu rancho no oeste e fui atacado por abelhas assassinas. Parece que lutei contra Mike Tyson e perdi”.
 
“Agora, estou com tantos medicamentos que não estou me sentindo bem, então vou seguir os conselhos deles e repousar nos próximos dias”, comentou.
AJ Foyt foi atacado por abelhas pela segunda vez. E sobreviveu para contar a história (Foto: LAT Photographic)
Dono de história única no automobilismo mundial, Foyt é o único piloto a vencer quatro vezes as 500 Milhas de Indianápolis, com triunfos também nas 24 Horas de Daytona, 24 Horas de Le Mans e das 12 Horas de Sebring, as principais provas do endurance mundial, o que lhe valeu a entrada no Hall da Fama do Esporte a Motor Internacional. Foyt detém nada menos que sete títulos da Indy.
 
O mais incrível é que não foi a primeira vez que Foyt sofreu um ataque do tipo. Quando tinha 70 anos, o ex-piloto sofreu aquilo que ele mesmo chama de “a coisa mais assustadora em que já estive envolvido”. Em 2005, quando estava operando um trator no seu rancho no Texas, AJ levou mais de 160 picadas somente no rosto e nos lábios, sem contar as que levou nos braços.
 
O ataque foi tão brutal que o Departamento de Agricultura da Universidade do Texas foi chamada e teve de matar um número estimado de mais de 60 mil abelhas. Recentemente, Foyt lembrou o drama sofrido no seu rancho. “É a primeira vez em que me vi numa situação onde não sabia o que fazer ou como sair dela. Estava um pouco cético sobre o que poderia haver lá, zangões ou algo do tipo, mas não esperava um enxame de abelhas.”
 
“Eu desliguei o trator, saltei e então comecei a correr. Havia uma grande nuvem deles, como você vê nos filmes. Na segunda vez, não sei o que me deu forças para levantar, mas cheguei ao pântano, caí na lama e deitei com a cara nela, assim elas [as abelhas] saíram. Fui picado antes e é uma experiência que jamais gostaria de passar novamente”, recordou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A grande sorte de Foyt é que, 13 anos depois, seu corpo — principalmente a face — são muito mais sensíveis a ferimentos do tipo, de modo que um ataque dessa natureza sempre se torna muito mais perigoso e ameaçador.

 
À época, pouco depois de sofrer seu primeiro ataque com abelhas, Foyt foi perguntado se havia chegado a provar mel após o ocorrido. E novamente o lendário ex-piloto mostrou seu humor peculiar. “Essas abelhas não produzem mel. Se produzissem algum mel, então essa história seria um pouco diferente”.
”VOCÊ TEM DE RESPEITAR”

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube