Indy

Foyt encerra dúvida e confirma Munõz e Daly como dupla de pilotos para temporada 2017 da Indy

A equipe Foyt anunciou que Carlos Muñoz e Conor Daly substituem Takuma Sato e Jack Hawksworth como dupla de pilotos da equipe para o ano que vem na Indy. Mantendo os dois carros do ano passado, o time de AJ e Larry Foyt entende que tem possibilidade de dar um enorme passo à frente em 2017
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Takuma Sato com a Foyt no circuito de NOLA (Foto: IndyCar)
 

Mantendo os dois carros utilizados na última temporada e passando a usar motores Chevrolet, a Foyt anunciou na tarde desta terça-feira (15) a contratação de Carlos Muñoz e Conor Daly para a temporada 2017 da Indy. Desta forma, a Foyt segue a vida após as saídas de Takuma Sato e Jack Hawksworth.
 
Na temporada 2016, Hawksworth foi o pior entre todos os pilotos regulares na categoria, marcando apenas 229 pontos. Sato foi um pouco melhor, marcando 320. Entre os dois, Daly, que ficou sem lugar na Dale Coyne. Muñoz, por fim, é uma oportunidade aproveitada pela Foyt, visto que ficou sem espaço na Andretti exatamente pela ida de Takuma para lá.
 
"Estou animado com esse novo capítulo da minha carreira", disse o colombiano. "Quer guiar logo o carro #14, de tanta história, e trabalhar com Larry e seu pai, AJ, uma lenda no automobilismo", falou. 
 
Muñoz destacou a sede de vencer em Indianápolis. Ele já foi segundo colocado duas vezes e anda como poucos no Speedway. Agora, pela Foyt, terá um dos maiores vencedores das 500 Milhas de Indianápolis, AJ Foyt, para lhe dar algumas dicas. "Uma das minhas metas é vencer a Indy 500, e sei que que eles querem vencer de novo, então espero que possamos vencer juntos", declarou. A equipe ganhou uma edição da corrida, com Kenny Bräck, em 1999.
AJ Foyt tem dois novos pupilos (Foto: IndyCar)
"É um pacote completamente diferente na Foyt em 2017 e o time está adicionando pessoal. Vamos ser competitivos o ano todo", garantiu Muñoz, que é o primeiro latino desde Vitor Meira, em 2011, na equipe onde também já andaram Airton Daré, Roberto Guerrero e Eliseo Salazar.

Já Daly, que estreou na Indy pela Foyt em 2013, vibrou com a chance de fazer sua primeira temporada completa. "Estou animado por voltar à Foyt em 2017. Agora tenho a oportunidade de competir como um time por uma temporada completa. Não podia estar mais feliz", falou. "Também será especial guiar no carro americano vermelho, branco e azul. É uma grande chance de seguir construindo minha carreira na Indy" seguiu.
Carlos Muñoz (Foto: IndyCar)
O dono, Foyt, se animou de ter dois pilotos jovens a seu lado. "Os nossos dois pilotos são muito jovens e têm todo o futuro pela frente. Estou ansioso para fazer parte deste futuro". AJ terá 82 anos quando a temporada que vem iniciar.
 
O presidente Larry Foyt também se pronunciou. "Há muita movimentação, estamos crescendo e nos tornando mais fortes onde tínhamos fraquezas como time. Não lembro um momento em que a Indy tenha sido tão competitiva do começo ao fim do grid, então sabemos que precisamos trabalhar durante o inverno para chegar a nossas metas antes da temporada", falou. "Tivemos muitas mudanças em pouco tempo, mas o time está comprometido como um todo e indo para a direção certa", encerrou Larry.

A temporada 2017 começa em 12 de março, quando os carros cruzam as ruas de São Petersburgo, na Flórida.