Castroneves justifica queda de desempenho em Portland por temperaturas altas

2º no treino livre 1, Helio Castroneves classificou apenas em 17º para o GP de Portland. Brasileiro mencionou problema com altas temperaturas que passou despercebido

F1, O QUE VOCÊ ESTAVA FAZENDO NO 11 DE SETEMBRO DE 2001?

Destaque no primeiro treino livre da Indy em Portland, Helio Castroneves não conseguiu avançar com a Meyer Shank na classificação deste sábado (11). O brasileiro vai largar apenas do 17º lugar, eliminado ainda no primeiro segmento da atividade realizada no misto do Oregon.

Após a classificação, o atual vencedor das 500 Milhas de Indianápolis afirmou que foi pego de surpresa pela queda de desempenho do carro por conta do aumento da temperatura em Portland entre o treino livre e a classificação.

“Quando a temperatura aumenta, cria um pouco de dificuldade de guiar. O carro não estava ruim, é apenas um daqueles detalhes que passam despercebidos e nos custam muito. É mais uma curva de aprendizado, mas sabemos o que temos, sabemos da nossa velocidade, precisamos apenas seguir atacando”, declarou o brasileiro.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Helio Castroneves em Portland (Foto: Indycar)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Mesmo sem avançar para a segunda fase da classificação, Castroneves ainda foi superior ao companheiro de equipe Jack Harvey, que vai largar na 20ª colocação.

O GP de Portland acontece neste domingo, com a largada prevista para 16h30 (em Brasília). Depois, serão apenas outras duas provas para o fim do campeonato.

INDY ENTRA EM MARATONA PARA DEFINIR CAMPEÃO DE 2021 | GP às 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar