Indy

Hinchcliffe supera Bourdais nos minutos finais e mantém Honda na frente no TL3 no Alabama. Leist é 16º

A Honda manteve a dianteira no Alabama, mas viu a Chevrolet mais perto em um TL3 que também foi cheio de bandeiras vermelhas. Melhor para James Hinchcliffe, que superou Sébastien Bourdais. Matheus Leist andou bem com a Foyt e ficou em 16º

Grande Prêmio / GABRIEL CURTY, de São Paulo
James Hinchcliffe começou o sábado (6) em vantagem no Alabama. Muito veloz no primeiro dia, o canadense da Schmidt Peterson manteve o favoritismo para a classificação e liderou o terceiro treino livre, segurando a Honda na frente e superando o sempre rápido Sébastien Bourdais, da Dale Coyne, por 0s3.

Hinchcliffe foi o único piloto a conseguir andar abaixo de 1min09s, virando um tempo excelente em 1min08s735, já em uma volta extra que a direção de prova deu pela quantidade impressionante de bandeiras vermelhas, algo que se repetiu em relação aos outros treinos livres de Barber.

O top-5 foi todo da Honda, com Scott Dixon sendo outro piloto a ter aproveitado a espécie de prorrogação proporcionada pela direção de prova, superando o novato Colton Herta, que se manteve no topo. Takuma Sato veio logo abaixo do americano.

O melhor piloto da Chevrolet voltou a ser Spencer Pigot, que colocou a Carpenter na sexta colocação, seguido por Simon Pagenaud, surpreendentemente o mais veloz carro da Penske. Felix Rosenqvist, Max Chilton e Alexander Rossi completaram o top-10 do TL3.

Historicamente dominante na pista, Josef Newgarden segue discreto. O americano foi 17º, ficando justamente entre os dois brasileiros da Foyt, que deram um passo adiante em relação aos outros treinos livres.
James Hinchcliffe liderou o TL3 (Foto: IndyCar)
Confira como foi o TL3 em Barber

O último treino livre da Indy antes da classificação no Alabama começou pontualmente às 12h45 (em Brasília), com uma impressionante firmeza no céu, já que a chuva parecia ainda ser algo bem distante. Após um primeiro dia em que muitos erraram e os pneus macios não funcionaram bem, metade do grid resolveu atacar a pista logo de cara.
 
Jack Harvey foi o primeiro a registrar uma volta rápida, mas vários rivais foram baixando sua marca. Max Chilton foi o primeiro a conseguir baixar de 1min09s5, colocando mais de 0s2 em cima de James Hinchcliffe e com apenas nove pilotos no mesmo segundo.
 
Tudo parecia bem mais tranquilo que na sexta-feira, mas Zach Veach resolveu mexer com a tranquilidade na pista. O americano escapou e rodou na curva 15, ficando preso na brita e chamando a primeira bandeira vermelha do sábado.
Scott Dixon cresceu no TL3 (Foto: IndyCar)
A ação recomeçou depois de cerca de cinco minutos e Pato O'Ward tratou de virar bem rápido para formar um momentâneo 1-2 da Carlin. Surpreendente também era Matheus Leist, que arrumava boa volta para aparecer em quarto, entre Hinch e Sato.
 
Foi aí que, com 20 minutos para o encerramento da sessão, Sébastien Bourdais resolveu voar. O francês acertou um giro preciso em 1min09s035 e de pneus duros, uma tônica que era seguida pelo grid inteiro. Sato melhorava e pulava para quarto.

O pelotão foi se aproximando do francês da Dale Coyne e não demorou muito para que quase todos estivessem andando no mesmo segundo. Colton Herta, Spencer Pigot e Simon Pagenaud superavam Chilton, logo abaixo de Bourdais.
 

Aí foi quando a confusão começou de novo. Harvey rodou, Ryan Hunter-Reay escapou da pista, mas foi com Marcus Ericsson o pior. O sueco perdeu o carro e acertou o muro na curva 1, causando a segunda bandeira vermelha.

A bandeira verde voltou com pouco mais de cinco minutos para o fim, mas não deu para ninguém fazer nada, com Graham Rahal novamente parando a atividade ficando preso na brita. Seria o encerramento forçado do TL3, mas a direção de prova resolveu dar mais uma volta rápida para os pilotos e, então, Hinchcliffe chegou atropelando Bourdais, com Dixon se metendo no top-3.
 
Indy, GP do Alabama, Barber, TL3

1 J HINCHCLIFFE SPM Honda 1:08.735   12
2 S BOURDAIS Dale Coyne Honda 1:09.035 +0.300 12
3 S DIXON Ganassi Honda 1:09.233 +0.498 10
4 C HERTA Harding Honda 1:09.244 +0.509 14
5 T SATO RLL Honda 1:09.269 +0.534 16
6 S PIGOT Carpenter Chevrolet 1:09.278 +0.543 12
7 S PAGENAUD Penske Chevrolet 1:09.284 +0.549 16
8 F ROSENQVIST Ganassi Honda 1:09.288 +0.553 14
9 M CHILTON Carlin Chevrolet 1:09.311 +0.576 15
10 A ROSSI Andretti Honda 1:09.348 +0.613 12
11 P O'WARD Carlin Chevrolet 1:09.427 +0.692 13
12 E JONES Carpenter Chevrolet 1:09.454 +0.719 12
13 R HUNTER-REAY Andretti Honda 1:09.479 +0.744 9
14 J HARVEY Meyer Shank Honda 1:09.528 +0.793 14
15 W POWER Penske Chevrolet 1:09.596 +0.861 14
16 M LEIST Foyt Chevrolet 1:09.629 +0.894 13
17 J NEWGARDEN Penske Chevrolet 1:09.741 +1.006 13
18 T KANAAN Foyt Chevrolet 1:09.863 +1.128 12
19 G RAHAL RLL Honda 1:09.972 +1.237 13
20 M ANDRETTI Andretti Honda 1:10.038 +1.303 10
21 M ERICSSON SPM Honda 1:10.155 +1.420 7
22 S FERRUCCI Dale Coyne Honda 1:10.559 +1.824 11
23 B HANLEY DragonSpeed Chevrolet 1:10.912 +2.177 15
24 Z VEACH Andretti Honda 1:11.086 +2.351 2