carregando
Indy

Hunter-Reay escorrega e acerta Harvey em cheio. Que aplaude ironicamente

Jack Harvey era o quarto colocado e fazia uma promissora corrida em Portland, até ser acertado por Ryan Hunter-Reay, que escorregou o carro quando se defendia de Alexander Rossi. Foi a segunda amarela da corrida

Grande Prêmio / GABRIEL CARVALHO, de Campinas
A segunda amarela da Indy em Portland foi causada por um erro de Ryan Hunter-Reay. O piloto da Andretti era o quinto colocado, até não medir a distância e acertar o inglês Jack Harvey na curva 1. Harvey não gostou nada da situação e aplaudiu ironicamente o campeão da temporada 2012.

O acidente na volta 14 trouxe a bandeira amarela na pista. Michael Shank, chefe de equipe de Harvey, lamentou o fim de uma promissora prova que o inglês fazia.
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.