Indy implanta mudanças no push-to-pass para temporada 2020

A partir do próximo campeonato, as equipes da Indy não saberão a disponibilidade de segundos do push-to-pass em tempo real. Medida serve para evitar que sistema seja “anulado” por adversários de quem aciona

A Indy implantará uma novidade no sistema push-to-pass para a temporada 2020. A partir do próximo campeonato, os times não saberão a disponibilidade do sistema em tempo real.
 
Segundo o site norte-americano Racer.com, os pilotos seguirão com a disponibilidade de ativar o sistema, que aumenta a potência em 40 cv na hora de atacar ou defender a posição em circuitos mistos ou de rua, mas os times não terão as informações de quantos segundos ainda podem ser utilizados em tempo real.
 
A partir da próxima temporada, o sistema será atualizado volta a volta. Se um piloto ativar o push-to-pass por 10s, a informação só será disponibilizada para o time quando ele completar o giro.
Alexander Rossi (Foto: Indycar)
A medida serve para evitar que o push-to-pass seja "anulado" pelo piloto que está sendo atacado, já que ele não saberá o exato momento em que o adversário estará com o botão acionado.
 
A temporada 2020 da Indy tem início no dia 15 de março, em St. Pete.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube