Kanaan e Herta se irritam com postura de Enerson no fim do TL2 em Mid-Ohio

Tony Kanaan não gostou da postura de RC Enerson na volta final do segundo treino livre da Indy em Mid-Ohio. Brasileiro entendeu movimento do piloto da Carlin foi desnecessário e tirou satisfações nos boxes

Retornando ao grid da Indy pela Carlin, RC Enerson irritou Tony Kanaan e Colton Herta na parte final do segundo treino livre da Indy em Mid-Ohio.
 
Após a bandeira vermelha causada por Josef Newgarden, a direção de prova deu uma volta cronometrada para cada piloto. Enerson veio em ritmo anormal na volta de aquecimento e ultrapassou Herta e Kanaan.
 

Com o fim do treino, Kanaan e Herta, visivelmente irritados, foram até Enerson para confrontá-lo. O veterano brasileiro explicou a situação


"Temos uma volta, não é? Respeitamos o outro. Todos saíram do pit ao mesmo tempo e estávamos esperando, dando espaço. Ele me passa por fora, passa o Herta, tenta tirar o Hunter-Reay. Por qual motivo? Todo mundo tem uma volta. Ele vai aprender, não se preocupe", disse em entrevista à NBC.

"É a nova regra desse ano. Se você sair do pit-lane em 40 segundos, pode demorar até cinco minutos. Vou dar o benefício da dúvida dele desconhecer a regra. Corremos juntos e ele nunca deu problema", explicou Herta, aliviando o lado do inexperiente Enerson, que não corre na Indy desde 2016.

 
Um incidente semelhante causou uma briga entre Takuma Sato e Sébastien Bourdais no TL3 da Indy em Toronto, duas semanas atrás. Sato não gostou da manobra do francês e os dois chegaram a trocar socos e empurrões nos boxes.
 
Paddockast #26
Acidentes que alteraram carreiras

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube