Kanaan em Gateway quebra jejum de mais de 2 anos sem pódio brasileiro na Indy

A última vez que o pódio da Indy teve um piloto brasileiro foi em 2017, quando Hélio Castroneves venceu o GP de Iowa. Tony Kanaan também quebrou um tabu pessoal e levou a Foyt aos três primeiros pela primeira vez desde 2015

O heroico terceiro lugar de Tony Kanaan no GP de Gateway marcou o fim de um jejum de pódios brasileiros na Indy. A última vez que um piloto do Brasil ficou entre os três primeiros foi em 2017, quando Hélio Castroneves venceu o GP de Iowa.
 
Foi o melhor resultado de Kanaan pela Foyt desde sua entrada no time, em 2018. O brasileiro registrou também o seu primeiro pódio desde 2017, quando ficou com o segundo lugar no GP do Texas, quando ainda era piloto da Chip Ganassi.
Tony Kanaan (Foto: IndyCar)
Já a Foyt quebrou uma marca de quatro anos sem um lugar entre os três primeiros. A última vez aconteceu na corrida 2 de Detroit, em 2015, quando Takuma Sato, que curiosamente foi o vencedor em Gateway, cruzou no segundo lugar. De lá pra cá, o melhor resultado foi o quarto lugar de Matheus Leist no GP de Indianápolis de 2019.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube