Indy

Karam se livra de pressão com classificação para Indy 500: “Não queria passar outra noite sem dormir”

Sage Karam foi o mais rápido entre os seis que disputaram as vagas restantes para a Indy 500, mas o piloto da Dreher & Reinbold admitiu que não foi nada fácil suportar a pressão dos últimos dias em Indianápolis

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Sage Karam foi um dos três nomes a garantir vaga para a Indy 500 no domingo (19). Com o desempenho mais forte entre os seis pilotos restantes, o americano da Dreyer & Reinbold foi o primeiro piloto a se classificar para um dos lugares na última fila.
 
Karam falou sobre as dificuldades que teve durante a semana de treinos em Indianápolis, mas se mostrou satisfeito por garantir a sexta participação na Indy 500, e ainda contou um aprendizado dos tempos em que lutava wrestling no ensino médio.
 
"Não tivemos muitos dias bons na última semana. O time ficou comigo e me levantou quando eu estava pra baixo, e vice-versa. Tive um técnico de wrestling que me disse que não importa contra quem você lute, o ranking, o chaveamento ou qualquer coisa. Se trata de quem é melhor naqueles seis minutos. Não conseguimos no sábado, mas eu sabia que precisávamos ser melhor que os caras que íriamos disputar por quatro voltas", revelou.
Sage Karam (Foto: Indycar)
Com a possibilidade de ficar de fora da prova mais tradicional do automobilismo, o piloto comentou que teve dificuldades para dormir do sábado para o domingo, e que se sentiu aliviado por deitar tranquilamente e celebrar a classificação.
 
"Eu senti como se tivesse vencido a corrida, e eu só me classifiquei. Eu fiquei muito feliz, não queria passar mais uma noite sem dormir pensando nisso. Você vê os caras no Last Six e eram grandes nomes, de grandes equipes. Somos um time de uma corrida, e sabíamos que não seria fácil", comentou.
 
"Queria ter classificado no sábado, estaríamos melhor no grid, mas é assim que a Indy funciona, temos muitas dúvidas neste lugar. Quando você faz algo especial, você se sente muito bem. Tive dúvidas nos últimos dias, mas o domingo mostrou que o time produz bem quando as coisas estão certas. Vamos continuar nossa configuração para a segunda. Estou confiante para o domingo”, finalizou.
 

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.