Newgarden valoriza 5º lugar no GP de Portland: “Era o que dava para fazer”

Josef Newgarden saiu de 13º para quinto em Portland e, por isso, acha que não tem nenhum motivo para lamentar. O americano não falou sobre campeonato e proximidade do título, mas deixou clara a cabeça pensando em pontos

Josef Newgarden usou uma versão de si bem mais cerebral em Portland. O americano escapou de todas as confusões, não forçou nenhuma situação e, assim, saiu do 13º lugar no grid para quinto, mesmo caindo para último após ter de fugir de um 'big-one' causado por Graham Rahal na largada. Para o líder do campeonato, um resultado a ser festejado.
 
Newgarden voltou a falar da classificação complicada que teve, lembrou o incidente da largada e, por isso, cravou: chegou onde poderia, por mais que tenha terminado bem próximo de Colton Herta e até de Alexander Rossi.
 
"Terminamos no melhor lugar possível para quem largou de 13º. Fomos pegos na confusão na largada, é o risco de se largar de lá, ser envolvido em situações assim, mas ninguém me acertou e eu não acertei nada, felizmente. Conseguimos seguir na prova e aí foi maximizar o resultado, ver até onde dava para chegar", disse.
Josef Newgarden teve um ótimo resultado para o campeonato (Foto: IndyCar)

Josef elogiou o trabalho da Penske e da Chevrolet, mas reconheceu que o carro foi crescer na parte final da prova em termos de ritmo.

 
"Chegar ao top-5 foi o que dava com essa posição de largada, como eu disse. Foi um bom dia da equipe, o carro esteve rápido no final. Não começamos muito velozes, mas fomos melhorando e aí ganhamos essas posições. A Chevrolet foi bem como sempre, não posso me decepcionar com o quinto lugar, um dia sólido e vamos para a final", completou.
 
Com apenas uma prova pela frente, Newgarden tem 41 pontos de vantagem, o que significa que só precisa fechar no top-5 em Laguna Seca para ser campeão.
 

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube