Newgarden vê Indy 500 como “jogo de paciência” e diz que ultrapassagem de Sato “nos tirou da disputa”

Josef Newgarden lamentou ter ficado de fora da briga pela vitória da Indy 500 nas voltas finais e explicou que ter sido ultrapassado por Takuma Sato custou as chances de disputar com Simon Pagenaud e Alexander Rossi. Newgarden foi quarto e agora é vice-líder do campeonato

Josef Newgarden andou o tempo todo no pelotão da frente, mas foram poucos os momentos em que, de fato, pareceu ter chances de vitória na Indy 500. O americano lamentou a ultrapassagem que sofreu de Takuma Sato e vê o momento como crucial para perder contato com Simon Pagenaud e Alexander Rossi e, consequentemente, deixar a briga pelo triunfo. No fim, um quarto lugar bom para o campeonato da Indy.
 
Josef reconhece que o terceiro lugar na última relargada não era o ideal para atacar pela vitória, mas admite que Rossi e Pagenaud foram superiores.
Josef Newgarden chegou em quarto (Foto: IndyCar)

"Caímos no final. Sato passou por mim, e isso nos complicou, nos tirou da corrida. Precisávamos estar nesse top-3. Relarguei em terceiro, o que foi bom, mas ficar atrás do Sato complicou tudo. Realmente o top-2 é onde você precisa estar. Você tem de ficar nos dois primeiros lugares e manter essa posição para tentar ganhar a corrida. Rossi e Simon Pagenaud fizeram um ótimo trabalho defendendo, foram metódicos, esse é o estilo dessa corrida", disse.

 
Newgarden não escondeu em momento algum a frustração por ter passado mais um ano sem ter triunfado no IMS. o norte-americano, no entanto, valorizou o triunfo do companheiro Pagenaud, que agora lidera o campeonato por um ponto.
 
"É uma porcaria, mas vamos aprender e tentar voltar mais fortes. Foi um jogo de paciência. Poupamos combustível, tentamos trabalhar no carro. Faltava algo no começo. Acredito que o carro melhorou bastante no final e só faltou um pouco. Não fomos bem o bastante. Estávamos melhorando durante a prova, mas não o bastante para desafiar no fim. Um de nós vencendo é o que o Capitão [Roger Penske] quer. Eles fazem um trabalho tão bom, é ótimo recompensar todo o grupo com uma vitória. Parabéns a Simon! O dia não foi ruim, mas é duro quando você perde posições no fim", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube