O’Ward lamenta “tiro no escuro” na tática que impediu vitória em Elkhart Lake

Patricio O'Ward ficou muito próximo de vencer pela primeira vez na Indy, mas os pneus comprometidos e a dificuldade com tráfego aproximou Felix Rosenqvist, que o ultrapassou e saiu vitorioso

Pato O’Ward namorou com a primeira vitória na Indy neste domingo (12). O mexicano da McLaren anotou a pole-position para a corrida 2 em Elkhart Lake e liderou praticamente toda a prova, mas foi superado por Felix Rosenqvist no penúltimo giro e amargou a segunda posição.

Após a corrida, O’Ward comentou sobre os detalhes que impediram a vitória. Ele confia que a McLaren tinha o carro mais rápido, mas problemas com pneus no fim impediram o triunfo da equipe.

“Executamos e entregamos tudo o que tínhamos para tentar vencer. Sabíamos do ritmo, mas demos um tiro no escuro pelos longos stints. Fizemos ajustes, mas perdemos os pneus e os carros da Ganassi estavam melhores. Foi onde perdemos a corrida, todos viram que ele me passou e deixou para trás”, declarou o mexicano, no pódio pela primeira vez na carreira.

Pato O’Ward foi pódio pela primeira vez (Foto: Indycar)

“Em termos de apenas uma volta, acho que fomos os mais rápidos, mas não conseguimos estender a vida dos pneus. Sou grato ao trabalho duro de todos, não é fácil competir na Indy, e mostramos que somos competitivos”, seguiu.

O mexicano também comentou sobre a influência do tráfego de retardatários à frente. Ele perdeu três segundos da vantagem sobre Rosenqvist ao tentar passar por Conor Daly, da Carpenter.

“Eu acho que foi um pouco dos dois [tráfego e pneus]. Estar no tráfego foi o que comprometeu meus pneus. É o que pegou para mim. Eu não tinha nada a entregar para ele, o ar sujo nos fez perder velocidade”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube