O’Ward ressurge, fatura GP do Alabama e vence primeira na Indy em 2022

Pato O'Ward deu a volta por cima em 2022, e com ultrapassagem decisiva na saída dos boxes, venceu pela primeira vez na temporada. Álex Palou e Rinus VeeKay completaram o pódio em Barber

INDY 2022: O QUE MUDA NA CLASSIFICAÇÃO DAS 500 MILHAS DE INDIANÁPOLIS DE 2022?

A má fase de Pato O’Ward teve um fim. Após completar apenas uma das primeiras três corridas do ano no top-10, o mexicano faturou o GP do Alabama, disputado no circuito de Barber, na tarde deste domingo (1). É o primeiro triunfo do piloto da McLaren em 2022, e o terceiro na carreira.

Atual campeão,o espanhol Álex Palou, da Ganassi, até se beneficiou de acerto na estratégia e tentou pressionar no fim, mas se contentou com o segundo lugar, que o coloca na liderança do campeonato pela primeira vez em 2022. Pole, o holandês Rinus VeeKay levou a Carpenter ao terceiro posto, completando o pódio.

Largando de 19º, Will Power ficou em um impressionante quarto lugar, sendo o melhor piloto da Penske na corrida, seguido pelo hexacampeão Scott Dixon. Scott McLaughlin foi sexto, seguido por Romain Grosjean, que foi o sétimo. Graham Rahal, Alexander Rossi e Colton Herta fecharam o top-10.

Após entrar no Alabama como líder do campeonato, Josef Newgarden, da Penske, foi traído pela estratégia de três paradas e foi apenas 14º. Já o brasileiro Helio Castroneves, da Meyer Shank, finalizou apenas em 21º, prejudicado por uma punição por toque em Jimmie Johnson.

A Indy retorna no dia 14 de maio com o GP de Indianápolis 1, no circuito misto do Brickyard.

Saiba como foi o GP do Alabama da Indy:

A bandeira verde chegou a ser acionada às 14h15, mas como o grid não estava próximo o suficiente, a amarela surgiu. Com a largada finalmente autorizada, VeeKay conseguiu manter a ponta, seguido por O’Ward. McLaughlin partiu muito bem e tirou Palou da frente, enquanto Newgarden caiu de sétimo para décimo.

As 10 primeiras voltas da corrida não tiveram muita ação, com Rinus segurando a liderança na margem de 1s para O’Ward. O restante do top-10 era formado por McLaughlin, Palou, Rossi, Rosenqvist, Grosjean, Ilott e Newgarden. O primeiro a arriscar um pit-stop foi Marcus Ericsson, que era 12º, trocando os pneus macios pelos duros.

Em décimo, Newgarden também optou por parar cedo, mas trocando os pneus duros pelos macios. Helio Castroneves também parou, na estratégia inversa de Josef. Quem teve a prova comprometida por uma parada ruim foi Kyle Kirkwood, perdendo uma volta.

Scott McLaughlin em Barber (Foto: Indycar)

No sétimo lugar, Grosjean parou ao fim da volta 13, trocando macios pelos duros, mas saiu atrás de Newgarden. O francês também sofreu ataque de Colton Herta, que acabou errando na curva 1 e escapando. No giro seguinte, o californiano conseguiu a ultrapassagem.

Na marca de 30 voltas, Pato O’Ward finalmente realizou a primeira parada para trocar os pneus macios pelos duros. Quem tomou o mesmo caminho foi Alexander Rossi, que era quinto colocado. No giro seguinte, foram as vezes de VeeKay, McLaughlin e Palou.

Com todos os pit-stops oficialmente realizados, Newgarden surgiu na liderança na volta 32, seguido por Colton Herta, com VeeKay, O’Ward e Grosjean completando o top-5.

A bandeira amarela surgiu no giro 33 por conta de Callum Ilott. O inglês da Juncos disputava o 13º lugar com o brasileiro Helio Castroneves quando perdeu o controle na curva 9 e parou na caixa de brita. Newgarden, Herta, Grosjean, Harvey, Ericsson e Castroneves aproveitaram para o segundo pit-stop da prova.

A ordem da relargada era VeeKay, O’Ward, McLaughlin, Palou e Rossi. A bandeira verde veio na volta 36. O holandês pulou com tranquilidade na ponta. No pelotão de trás, Colton Herta ultrapassou Josef Newgarden e assumiu o 16º lugar.

Andando com pneus macios, Herta começou a ganhar terreno no pelotão, passando Dalton Kellett também. Helio Castroneves acabou punido por um toque que fez Jimmie Johnson rodar.

A prova chegou na metade com VeeKay líder, com 2s4 de vantagem para O’Ward. McLaughlin, Rossi, Palou, Dixon, Power, Rosenqvist, Rahal e Pagenaud completavam o top-10. O francês da Meyer Shank não se manteve por muito tempo na posição, superado por Colton Herta.

Rahal, Herta e Pagenaud tiraram Rosenqvist do top-10, enquanto Newgarden partiu para cima de Grosjean e assumiu o 14º posto, mas levou o troco na volta 55 enquanto tentava atacar Christian Lundgaard, que não segurou a pressão do francês na volta seguinte.

LEIA TAMBÉM: Lundqvist vence duelo escandinavo com Pedersen na prova da Indy Lights em Barber

Josef Newgarden em Barber (Foto: Indycar)

A prova completou o segundo terço com VeeKay na liderança, 2s2 à frente de O’Ward, seguido por McLaughlin, Rossi, Palou, Dixon, Power, Rahal, Herta e Pagenaud.

A segunda rodada de pit-stops para os pilotos com estratégia de duas paradas começou na volta 61. VeeKay, O’Ward e McLaughlin pararam juntos. O mexicano saiu atrás na parada, mas ultrapassou o holandês logo na volta de saída.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Pato O’Ward ultrapassa Rinus VeeKay (Vídeo: Indycar)

Herta, Newgarden e Grosjean, pilotos em estratégia de três pit-stops, também pararam nesta janela. Palou estendeu a janela em comparação com os rivais, e a tática funcionou, saindo à frente de VeeKay.

Com 70 voltas, a nova ordem do top-10 era O’Ward, Palou, VeeKay, Dixon, Power, McLaughlin, Rahal, Herta, Rossi e Pagenaud.

Herta ultrapassou Rahal, mas perdeu posições cruciais ao tocar em Scott McLaughlin quando tentava assumir a sexta posição, caindo para 10º. Em grande recuperação, Power superou Scott Dixon e assumiu o quarto lugar.

Nas voltas finais, Palou chegou a cortar a vantagem, mas não conseguiu alcançar O’Ward.

Indy 2022, GP do Alabama, Corrida:

1P O’WARDMcLaren Chevrolet90 voltas
2A PALOUGanassi Honda+0.980
3R VEEKAYCarpenter Chevrolet+12.481
4W POWERPenske Chevrolet+15.261
5S DIXONGanassi Honda+22.829
6S MCLAUGHLINPenske Chevrolet+24.064
7R GROSJEANAndretti Honda+24.516
8G RAHALRLL Honda+31.917
9A ROSSIAndretti Honda+33.249
10C HERTAAndretti Honda+33.510
11S PAGENAUDMeyer Shank Honda+33.741
12M ERICSSONGanassi Honda+34.473
13T SATODale Coyne Honda+34.914
14J NEWGARDENPenske Chevrolet+35.680
15C LUNDGAARDRLL Honda+37.041
16F ROSENQVISTMcLaren Chevrolet+41.614
17D DEFRANCESCOAndretti Honda+42.451
18J HARVEYRLL Honda+1:02.326
19C DALYCarpenter Chevrolet+1:03.294
20D MALUKASDale Coyne Honda+1:03.743
21H CASTRONEVESMeyer Shank Honda+1:04.532
22K KIRKWOODFoyt Chevrolet+1 volta
23D KELLETTFoyt Chevrolet+1 volta
24J JOHNSONGanassi Honda+1 volta
25T CALDERÓNFoyt Chevrolet+2 voltas
26C ILOTTJuncos Chevrolet+2 voltas

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Escanteio SP.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar