Indy

Rahal e Bourdais se tocam, causam grande batida e provocam bandeira vermelha na Indy 500

Graham Rahal e Sébastien Bourdais disputavam posição, até que se tocaram e acabaram no muro. Felix Rosenqvist não conseguiu desacelerar no meio da confusão, acertou a traseira de Charlie Kimball e viu Zach Veach rodar na tentativa de escapar. Bandeira vermelha foi acionada

Grande Prêmio / GABRIEL CARVALHO, de Campinas
A Indy 500 de 2019 teve o seu acidente mais grave com 22 voltas para o final. Graham Rahal tentou ultrapassar Sébastien Bourdais por fora na curva 3, acabou tocando na grama e no carro do adversário. Os dois pilotos foram para o muro e causaram o caos, já que eram seguidos por outro carros.

No meio da confusão, vários pilotos como Santino Ferrucci conseguiram desacelerar, mas Felix Rosenqvist não conseguiu reduzir e acertou a traseira de Charlie Kimball e a do companheiro Scott Dixon, que manteve o controle e seguiu na corrida. Na tentativa de escapar do acidente, Zach Veach acabou rodando e também parou no muro. A direção de prova resolveu dar bandeira vermelha após o big one. 
Rahal foi falar com Bourdais (Foto: Reprodução/Twitter)
Bastante irritado com o acidente, Rahal desceu do carro e reclamou bastante com Bourdais, que evitou responder. O piloto da RLL, ainda em fúria, ainda tentou levantar o público a seu favor.


 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.