VeeKay celebra presença na primeira fila da Indy 500: “Derrotei meu chefe”

Rinus VeeKay considera o feito de largar na primeira fila das 500 Milhas de Indianápolis semelhante ao de verncer uma corrida. Piloto defendeu desempenho contestável da Chevrolet ao longo do fim de semana

Álex Palou foi a primeira vítima na classificação em Indianápolis (Vídeo; Reprodução)

Pelo segundo ano consecutivo, Rinus VeeKay se garantiu no Fast Nine da Indy 500, e desta vez, o desempenho do holandês da Carpenter foi ainda melhor. Ele fez o terceiro melhor tempo e vai largar na primeira fila, junto do pole Scott Dixon, da Ganassi, e de Colton Herta, da Andretti.

A Chevrolet virou forte alvo de críticas durante a classificação por conta do desempenho fraco dos carros de parceria com a montadora. O principal exemplo foi a Penske, que ficou fora do Fast Nine outra vez e ainda viu Will Power com riscos de eliminação no Bump Day. VeeKay defendeu o encaixe da montadora e celebrou a classificação à frente do chefe Ed Carpenter, que sai no quarto lugar.

“Eu acho que nosso carro realmente se encaixa com o motor Chevrolet. O time trabalha muito com isso. Foi muito próximo com o Ed, muito próximo. Eu derrotei meu chefe, o que é legal, mas foi muito difícil, dei tudo o que tinha. Faltou um pouco para bater Scott e Colton”, declarou VeeKay na coletiva de imprensa pós-classificação.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Rinus VeeKay arranjou lugar na primeira fila (Foto: IndyCar)

VeeKay, que inclusive é o mais recente vencedor de corrida da Indy por conta do triunfo no misto de Indianápolis, sente que a performance do fim de semana com a Carpenter é digna de ser comemorada como uma pole-position ou o lugar mais alto do pódio.

“Estou bem feliz, sinto como se fosse uma vitória, uma pole. Falei para o meu engenheiro Matt Barnes: ‘se alterar o carro, não me fala. Se vai ter diferença no acerto, não me aviso, vou andar com o pé embaixo independente de tudo’. Eles não fizeram isso, mas sim, foi no limite. Um carro perfeito”, disse.

“As quatro voltas que fiz foram no limite. Não conseguia ir mais rápido que aquilo. Eu tive um grande momento na última volta, na curva 1, mantive na pista e mantive a aceleração. Estou muito feliz, muito grato pelo time pelas noites sem dormir e trabalho duro. Agradeço demais a Chevy por me dar potência e me levar para a primeira fila”, completou.

A 105ª edição das 500 Milhas de Indianápolis está marcada para acontecer no próximo domingo (30). A largada é esperada para acontecer às 13h45 (de Brasília). 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar