Grosjean erra, acerta, dá show, assusta e gera entretenimento na estreia em ovais

Romain Grosjean fez de quase tudo na estreia em ovais, no GP de Gateway: lindas ultrapassagens, alguns erros de principiante, relargadas ousadas e, acima de tudo, divertiu-se e entreteve o público. Não poderia ter sido mais legal

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

A estreia de Romain Grosjean em ovais, no GP de Gateway, pode ser definida como entretenimento puro. Não foi o início mais brilhante, muito menos o mais desastroso. No entanto, foi um dos mais divertidos. O francês da Dale Coyne largou do meio do pelotão, viveu momentos de herói, cometeu erros, mas, acima de tudo, fez o show acontecer.

Em uma pista que historicamente tem dado corrida boa na Indy, a edição de 2021 não ficou atrás e foi marcada por boas disputas, acidente com líder do campeonato, a volta de Josef Newgarden ao páreo, mas, indiscutivelmente, também pela primeira vez de Grosjean em um oval.

Não é segredo para ninguém que Romain relutou ao experimentar o tipo de traçado mais tradicional nos EUA. Também pudera: não faz nem um ano que o piloto escapou de um carro em chamas no GP do Bahrein de Fórmula 1. Isso ajuda bastante a explicar, por exemplo, quando Grosjean tirou o pé bruscamente com medo de fazer contato com o muro após pisar na grama.

Romain Grosjean foi 14º em Gateway: ótima estreia (Foto: IndyCar)

Só que o erro de pisar na grama e a falta de ritmo e equilíbrio com os pneus frios precisam ser relevados. Isso tudo é absolutamente normal e gente do calibre de Fernando Alonso passou pelos mesmos aprendizados. E só se aprende assim nos ovais: errando.

É muito mais legal – e até justo – ficarmos com o que Romain fez de bom em seu debute num cenário tão complicado e diferente de tudo que já havia vivido no automobilismo. Assim, vale a menção a uma classificação bem decente, mas, principalmente, pelo rápido entendimento das largadas e, lógico, pela sequência espetacular de ultrapassagens que encaixou no segundo stint da prova, quando parecia que viria para o top-5.

Não veio, é verdade, acabou em 14º por um incidente nos boxes e pelos errinhos cometidos. Ainda assim, o resultado fica pequeno perto do quão impressionante foi ver Grosjean superando os medos e se arriscando como quem soubesse exatamente o que estava fazendo nas disputas por posição.

“Foi ótimo. Algumas partes da corrida foram incríveis, outras partes foram um pouco mais complicadas. Cometi erros com pneus frios, passei sobre a parte suja e isso custou tempo, mas acho que faltou sorte com a estratégia hoje, não conseguimos recuperar nossa volta atrás. É um sentimento duro terminar em 14º depois de dar um show”, resumiu o piloto logo após a prova à NBCSN, emissora que transmite a categoria nos EUA.

Romain Grosjean estreou nos ovais em Gateway e divertiu todo mundo (Foto: Indycar)

Olivier Boisson, engenheiro de Romain, já vê o francês pronto para a temporada 2022 completa, inclusive para a disputa da Indy 500. Considerando que ainda haverá mais testes e toda uma preparação especial, Boisson tem toda razão.

“Definitivamente, sim, ele está pronto. Você nunca sabe se um cara que corria na Europa vai ter o que é necessário para correr nos ovais ou não. Ferrucci foi uma boa surpresa, isso veio naturalmente para ele. Romain é meio a mesma coisa. Se você analisar as ultrapassagens dele, por dentro e por fora, e como relargou bem, além de ter realmente se divertido, não tem como se preocupar com ele nos próximos ovais. Não há dúvidas de que ele é capaz”, comentou o engenheiro da Dale Coyne ao site norte-americano Motorsport.com.

A estreia foi bacana, melhor que a encomenda, mas agora a ansiedade vai precisar aguentar uns bons 7 meses até a próxima vez de Grosjean em ovais. Algumas coisas são certas: o piloto está tão ansioso quanto nós pela sequência na Indy e, com a tensão da estreia superada, já dá para dizer que agora só falta um carro para Romain brigar pela taça já em 2022. E isso também deve acontecer em breve.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar