Rossi bate Dixon com cronômetro zerado e crava primeira pole na Indy em Watkins Glen. Castroneves é 6º

Alexander Rossi surgiu com o cronômetro zerado para arrancar a pole das mãos de Scott Dixon em Watkins Glen. Na disputa direta pelo título, o neozelandês foi apenas 0s0001 mais rápido que Josef Newgarden e ficou em segundo. Helio Castroneves sai em sexto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A definição da pole da Indy no GP de Watkins Glen foi de tirar o fôlego. Já com o cronômetro zerado, Alexander Rossi surgiu e arrancou a primeira posição das mãos de Scott Dixon, ficando pela primeira vez na posição de honra do grid de largada da categoria.

Dixon teve um duelo particular com Josef Newgarden. Os dois postulantes principais ao título da temporada 2017 travaram uma grande disputa que, no final, valeu a segunda posição ao neozelandês por míseros 0s0001.

Takuma Sato teve mais uma boa classificação e se garantiu em quarto, enquanto Charlie Kimball surpreendeu em um bom quinto lugar. Helio Castroneves, ainda sonhando com o título, sai em sexto.

Ryan Hunter-Reay foi outro carro da Andretti a render bem e vai largar em sétimo, seguido por Will Power, Sébastien Bourdais e Graham Rahal. Simon Pagenaud foi uma tremenda decepção e sai em 12º, enquanto Tony Kanaan parte de 17º.

Alexander Rossi fez sua primeira pole na Indy (Foto: IndyCar)

Confira como foi a definição do grid em Watkins Glen

O primeiro grupo da classificação da Indy em Watkins Glen foi para a pista pontualmente às 16h (em Brasília). Nele estavam: Josef Newgarden, Helio Castroneves, Max Chilton, Tony Kanaan, Will Power, Ed Jones, Takuma Sato, Spencer Pigot, Charlie Kimball e Alexander Rossi.

Ainda com os pneus mais duros, quem tinha a melhor marca era Kanaan, que havia virado 1min24s1. Mas foi os compostos vermelhos entrarem em ação para absolutamente tudo mudar.

Tony não conseguiu melhorar em quase nada seu tempo anterior e ficou pelo caminho, sendo engolido pelo resto do pelotão. Apenas o companheiro de Ganassi Chilton foi pior. Além dos dois, Pigot e Jones também foram eliminados logo de cara.

Com ótimas performances, Rossi e Newgarden comandaram o grupo, seguidos por Castroneves, Sato, Kimball e Power, que também avançavam.

Alexander Rossi (Foto: IndyCar)

Muñoz surpreende e Andretti volta a decepcionar

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O segundo veio logo depois, com Simon Pagenaud, Conor Daly, James Hinchcliffe, Jack Harvey, Scott Dixon, Carlos Muñoz, Graham Rahal, Sébastien Bourdais, JR Hildebrand, Marco Andretti e Ryan Hunter-Reay.

Hunter-Reay foi quem tratou de puxar as ações no grupo, seguido na primeira metade de sessão por Rahal. Porém, Dixon e Bourdais mostraram força e se meteram no pelotão da frente, com o neozelandês carimbando a vaga em primeiro.

Além dos quatro, Pagenaud e um surpreendente Muñoz se colocaram na segunda fase. Daly, Hinch, Harvey, Andretti e Hildebrand caíram.

Carlos Muñoz (Foto: IndyCar)

Rahal, Power e Pagenaud caem na segunda fase

A segunda fase aconteceu com os quatro carros da Penske, três da Andretti, dois da Ganassi, a RLL de Rahal, a Foyt de Muñoz e a Dale Coyne de Bourdais.

Enquanto Dixon e Muñoz já surgiam nas primeiras posições, Bourdais, Rossi e Sato esperavam pela metade da sessão para pouparem pneus e se arriscarem nos minutos finais.

Os minutos derradeiros do grupo foram impressionantemente bons e ficou a sensação de que coisas bizarras poderiam acontecer. E assim foi, com Pagenaud, por exemplo, ficando em 12º. Além dele, favoritos como Power e Rahal também foram eliminados, bem como Muñoz, Bourdais e Hunter-Reay.

Dixon fechou na frente no apagar das luzes, deixando as muito velozes Andretti de Rossi e Sato para trás. Kimball ainda se meteu em quarto, provando a força da Honda. Salvaram a Chevrolet os postulantes ao título Castroneves e Newgarden, líder do campeonato.

Simon Pagenaud decepcionou (Foto: IndyCar)

Rossi surge no apagar das luzes e é pole

O Fast Six em Watkins Glen foi uma loucura. Além das costumeiras trocas de posições nos primeiros minutos, o final foi de tirar o fôlego. Newgarden pareceu ter feito uma grande volta, baixando bem as marcas, mas logo saiu da pole provisória.

O que impressionava era que Dixon, o responsável por tirar Newgarden dali, o fazia por apenas 0s0001. Uma diferença mínima que mostrava bem como os dois principais candidatos ao título vinham com força.

No entanto, ainda havia tempo para Rossi. Alexander provou sua ótima fase e a grande forma da Andretti no final de semana e deixou os dois para trás, virando 1min22s263 e garantindo sua primeira pole na categoria.

Indy, Watkins Glen, Grid de Largada:

1 98 Alexander ROSSI EUA Andretti Honda 1:22.263  
2 9 Scott DIXON NZL Ganassi Honda 1:22.516 +0.253
3 2 Josef NEWGARDEN EUA Penske Chevrolet 1:22.517 +0.254
4 26 Takuma SATO JAP Andretti Honda 1:22.566 +0.303
5 83 Charlie KIMBALL EUA Ganassi Honda 1:22.808 +0.545
6 3 Helio CASTRONEVES BRA Penske Chevrolet 1:23.335 +1.072
7 28 Ryan HUNTER-REAY EUA Andretti Honda 1:22.985 +0.722
8 12 Will POWER AUS Penske Chevrolet 1:23.098 +0.835
9 18 Sébastien BOURDAIS FRA Dale Coyne Honda 1:23.145 +0.882
10 15 Graham RAHAL EUA RLL Honda 1:23.224 +0.961
11 14 Carlos MUÑOZ COL Foyt Chevrolet 1:23.295 +1.032
12 1 Simon PAGENAUD FRA Penske Chevrolet 1:23.298 +1.035
13 11 Spencer PIGOT EUA Juncos Chevolet 1:23.491 +1.228
14 4 Conor DALY EUA Foyt Chevrolet 1:23.508 +1.245
15 19 Ed JONES ING Dale Coyne Honda 1:23.985 +1.722
16 5 James HINCHCLIFFE CAN Schmidt Peterson Honda 1:23.685 +1.422
17 10 Tony KANAAN BRA Ganassi Honda 1:23.998 +1.735
18 7 Jack HARVEY ING Andretti Honda 1:24.139 +1.876
19 8 Max CHILTON ING Ganassi Honda 1:24.201 +1.938
20 27 Marco ANDRETTI EUA Andretti Honda 1:24.177 +1.914
21 21 JR HILDEBRAND EUA Carpenter Chevrolet 1:24.454 +2.191

ALONSO COLHE O QUE PLANTA E FICA SEM NOVAS ALTERNATIVAS NA F1 PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube